ÁFRICA/QUÊNIA - Depois da morte de policiais, o Governo envia o Exército

Quarta, 14 Novembro 2012

Nairóbi (Agência Fides) - O Governo queniano decidiu enviar o Exército para apoiar a polícia na caça da quadrilha responsável pelo assassinato de policiais em 10 de novembro, no povoado de Baragoi no norte do país (veja Fides 13/11/2012 ). Os agressores, um grupo de ladrões de gado que a policia está procurando, matou pelo menos 24 policiais e 8 reservistas da polícia, mas segundo outras fontes as vítimas entre os policiais são cerca de 40. As estimativas são complicadas pelo fato de que ainda existem agentes dispersos, alguns dos quais foram encontrados vivos.
Os cerca de 100 policiais estavam procurando o grupo de etnia Turkana que em meados de outubro roubaram 500 cabeças de gado de agricultores da tribo Samburu. Em 30 de outubro, 12 agricultores Samburu foram mortos numa tentativa de recuperar o seu gado. O massacre levou a polícia a organizar uma grande operação de perseguição, que terminou com um massacre ainda mais grave. Segundo a imprensa queniana a população Turkana está deixando a área por medo de se envolver na ofensiva militar. Fontes da Diocese de Marsabit contatadas pela Agência Fides não puderam confirmar a notícia sobre a fuga da população, mas afirmam que a tensão na área ainda é alta. (L.M.) (Agência Fides 14/11/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network