AMÉRICA/BRASIL - Suspensas missas e encontros paroquiais noturnos por causa da violência; a oração pela paz

Segunda, 12 Novembro 2012

São Paulo (Agência Fides) – Visto o aumento dos fatos de violência e o crescente número de homicídios no estado de São Paulo, o Arcebispo Metropolita, Cardeal Odilo Pedro Scherer, recomendou aos fiéis que rezem pela paz. O Cardeal pediu que o convite à oração seja difundido pelos meios de comunicação e digitais, e exortou “todas as pessoas, famílias, grupos, comunidades e paróquias a rezarem pela paz em nossa cidade”. Segundo as informações recebidas pela Agência Fides, o convite é motivado pela violência, que chegou ao ponto de as escolas reduzirem o horário das aulas, muitas linhas de ônibus mudaram seu trajeto e o comércio está fechando antes. Mesmo que não tenha sido declarado o toque de recolher, a comunidade vive como se existisse. Até nas igrejas católicas da periferia os sacerdotes cancelaram as missas e encontros noturnos.
No fim de semana de 3 e 4 de novembro, 26 pessoas morreram de morte violenta ou em tiroteios. E no último fim de semana, outras 20. Grande parte dos homicídios contra as forças policiais tem como mandante o grupo conhecido como “Primeiro Comando da Capital” (PCC), associação criada em 1993 pelos detentos do cárcere de segurança máximo de Taubaté, perto de São Paulo, que hoje atua dentro e fora das prisões estaduais: além de ser autores dos homicídios dos policiais, administram o tráfico de droga e cometem diversos crimes. Desde o início do ano, pelo menos 90 policiais foram mortos em São Paulo pela criminalidade organizada, provavelmente em represália contra as recentes detenções de líderes de vários clãs. A Presidente brasileira Dilma Rousseff convocou o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, a elaborar um plano conjunto para combater o crime. (CE) (Agência Fides, 12/11/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network