ÁFRICA/ RD CONGO - Em Masisi um conflito inter-étnico ignorado por todos: 4 mulheres e 2 crianças são as últimas vítimas

Sábado, 10 Novembro 2012

Kinshasa (Agência Fides)- “Na região de Masisi (Kivu do Norte), a população sofre as consequências de um conflito inter-étnico ignorado pela comunidade internacional, que continua a focar sua atenção apenas no M23” – dizem à Agência Fides fontes da Igreja local que, por motivos de segurança, pedem o anonimato. O M23 é o principal movimento de guerrilha atuante no Kivu do Norte, mas ao seu lado há muitos outros.
Em Masisi o conflito opõe as comunidades Hunde e Hutu com o envolvimento de diversos grupos armados que atuam na área, como Nyatura, Raia Mutomboki, FDC.
“No dia 3 de novembro, depois de dias de calma relativa graças à intervenção das autoridades locais para sensibilizar a população para a convivência pacífica, um novo massacre de vítimas inocentes sacudiu a área” – referem nossas fontes. “Quatro mulheres Hunde e duas crianças foram massacradas a machadadas por membros da milícia Hutu, Nyatura. As mulheres foram surpreendidas pelos assassinos enquanto colhiam bananas. Antes de ser mortas sofreram violência sexual”.
O massacre suscitou um protesto das populações Hunde. “Os corpos das vítimas foram levados diante da sede da Administração territorial de Masisi. A tensão era muito alta. Os Hunde pediam às autoridades que garantissem sua segurança enquanto diversos jovens prometiam atos de vingança contra os Hutu”.
Entre as duas etnias, Hutu e Hunde, criou-se um clima de medo recíproco. “Se o conflito inter-étnico de Masisi continuar a ser ignorado, outros inocentes morrerão na indiferença das autoridades congolesas, das organizações internacionais e da mídia” – concluem nossas fontes. (L.M.) (Agência Fides 10/11/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network