ÁSIA/LÍBANO - O Cardeal Robert Sarah encontra o presidente Suleiman e o Patriarca ortodoxo de Antioquia: as nossas Igrejas sempre mais próximas, sobretudo nesses tempos difíceis

Quinta, 8 Novembro 2012

Baalbek (Agência Fides) - A visita do Card. Robert Sarah "está prosseguindo realmente bem. Ao programa intenso se acrescentam encontros inesperados e surpreendentes, como o que aconteceu ontem entre o Cardeal e o Patriarca ortodoxo de Antioquia, Ignatius IV Hazim": assim, Dom Simon Faddoul, diretor da Caritas Libanesa, oferece à Agência Fides uma imagem sintética do primeiro dia transcorrido em terras libanesas pelo Presidente do Pontifício Conselho Cor Unum, enviado pelo Papa ao país médio-oriental com a tarefa de manifestar a proximidade da Santa Sé e da Igreja em todo o mundo às populações duramente provadas pelo conflito sírio.
Ontem, 7 de novembro, o Cardeal foi recebido pelo Presidente da República libanesa, o católico maronita Michel Suleiman. Depois, encontrou o Sínodo dos Bispos maronitas – participando de seu encontro mensal – e visitou o Patriarca armênio católico Nerses Bedros XIX Tarmouni. A esses encontros, se acrescentou o inesperado com o ancião Patriarca ortodoxo, de 91 anos, original de um vilarejo sírio próximo de Hama. Padre Faddoul conta a Fides: "O Patriarca Ignatius normalmente reside em Damasco. Soube que nesses dias se encontrava no Líbano, para um controle de saúde. Avisei o Núncio Apostólico, Arcebispo Gabriele Caccia, e o Cardeal Sarah quis visitar o Patriarca ortodoxo no hospital.
Foi um encontro intenso entre dois homens da Igreja. O patriarca agradeceu de coração ao cardeal, e por meio dele ao Papa, por esta iniciativa, pedindo uma proximidade e colaboração estreita entre as nossas Igrejas, especialmente nestes tempos difíceis". Hoje o Cardeal Sarah foi para Baalbek, no vale do Beq, no nordeste do Líbano, onde se concentram a maioria dos refugiados que fugiram da Síria. Perto do local centro da Caritas, o cardeal participará da distribuição de bens de sobrevivência aos refugiados. Na parte da tarde está prevista uma visita a um campo de refugiados na fronteira com a Síria, onde terá a ocasião de encontrar os refugiados e ouvir suas histórias. Amanhã, no edifício da Caritas em Beirute, o presidente do Cor Unum enviado do Papa coordenará um encontro com os representantes de cerca de 20 agências caritativas católicas que trabalham no Líbano, Síria, Jordânia, Turquia e Iraque. A reunião que vai de 9h às 17h, vai coordenar os esforços humanitários da Igreja Católica na região, avaliando também os projetos a serem financiados com a doação de um milhão de dólares que Bento XVI - através de seu cardeal enviado – doou para o socorro das populações sírias sofredoras. (GV) (Agência Fides 8/11/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network