ÁSIA/CHINA - Recordar os defuntos, sobretudo seus exemplos de sua fé, para viver uma vida de fé e testemunho

Segunda, 5 Novembro 2012

Shi Jia Zhuang (Agência Fides) – A recordação dos defuntos, sobretudo os exemplos de sua fé que nos deram, nos ajudam a viver uma vida de fé e testemunho: é o tema principal que caracterizou o dia de finados nas comunidades católicas chinesas em 2 de novembro, em comunhão com a Igreja Universal. Os bispos e sacerdotes ressaltaram a importância da vida espiritual dos defuntos no mês a eles dedicado pela tradição da Igreja.
Segundo o quanto referido à Agência Fides por Faith de Hebei, não obstante o dia 2 de novembro tenha sido um feriado, mais de 2.700 fiéis da diocese de Wen Zhou na província de Zhe Jiang, participaram da missa solene de sufrágio por todos os bispos, sacerdotes, religiosas e fiéis leigos defuntos da diocese de Wen Zhou. Na homilia Dom Zhu Wei Fang sublinhou que "a nossa oração e os nossos sacrifícios pelos defuntos se transformarão em força para a nossa salvação e para a evangelização", então recomendou "uma intensa vida espiritual no mês dos mortos, rezando intensamente por todos os defuntos que ajudaram na construção da Igreja e na difusão do espírito de fé".
Os fiéis da Diocese de Nan Chong de Si Chuan se reuniram diante do cemitério católico que se encontra no mosteiro de São Bento para recordar os defuntos. Segundo Dom Chen, Bispo da diocese, "a nossa oração e sua intercessão nos ajudam reciprocamente a transmitir a mensagem de Cristo no mundo e viver a fé". Centenas de fiéis da paróquia de Wu Wei da Diocese de Lan Zhou, na província de Gan Su, participaram da missa de sufrágio celebrada no cemitério católico local. (NZ) (Agência Fides 2012/11/05)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network