ÁSIA/HONG KONG - Os fiéis leigos juntos com os pastores para a construção da Igreja e testemunhar Cristo: concluído o Congresso sobre o ministério dos leigos

Sábado, 3 Novembro 2012

Hong Kong (Agência Fides) - Os fiéis leigos juntos com os pastores para a construção da Igreja e testemunhar Cristo, como pediu o Papa Bento XVI em sua mensagem aos participantes do encontro: este foi o compromisso final do congresso sobre o ministério dos leigos católicos chineses que acaba de se concluir. Segundo o Kong Ko Bao (versão chinesa do boletim diocesano), mais de 150 representantes de 13 países e regiões participaram do Congresso, que teve lugar de 27 outubro a 1° de novembro, em Hong Kong, sobre o tema "Do ministério a testemunha – viver a de Cristo". Estiveram presentes, dentre outros, os delegados de trinta paróquias e associações católicas de Hong Kong, além de católicos chineses na diáspora. O Cardeal John Tong Hon, Bispo da diocese anfitriã, falou na abertura dos trabalhos através de uma vídeo mensagem, gravada antes de partir para Roma, onde participou do Sínodo dos Bispos, portanto, e quando voltou para Hong Kong, presidiu o encerramento Congresso e conferiu o mandato missionário, em primeiro de novembro, durante o qual ele agradeceu ao Senhor pelo dom deste encontro dos leigos do mundo católico chinês.
Durante o Congresso foi sublinhado também que cada comunidade tem o seu próprio carisma, mas todos os leigos tema mesma incumbência de participar ativamente na evangelização. Segundo o representante de Taipei, "a Palavra de Deus é a força para realizar o papel dos leigos". O serviço social é outro campo privilegiado para os leigos, onde são chamados a assumir a própria responsabilidade laical. Os católicos da Malásia evidenciaram a importância da família e dos pais na transmissão da fé às novas gerações. Dom Domenico Chang, Coordenador Geral do Congresso e Presidente da Comissão Diocesana para o Ano dos Leigos, presidindo a abertura do Congresso, anunciou a visita de representantes de Hong Kong na 10 comunidades da diáspora, a partir de 9 de novembro para partilhar com eles o desenvolvimento da Igreja em Hong Kong nos últimos anos, especialmente no campo da pastoral carcerária, saúde, educação e pastoral da "boa morte". (NZ) (Agência Fides 2012/11/03)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network