ÁFRICA/NIGÉRIA - Massacres em Maiduguri: "Aguardamos para verificar a notícia", afirma o Presidente da Conferência Episcopal

Sábado, 3 Novembro 2012

Abuja (Agência Fides) - "Não tenho informações a respeito. Aguardo até que haja notícias sobre o que aconteceu em Maiduguri", afirma à Agência Fides Dom Ignatius Ayau Kaigama, Arcebispo de Jos e Presidente da Conferência Episcopal da Nigéria. Em Maiduguri, no nordeste, o exército é acusado de matar cerca de 40 civis no decorrer de um bombardeio contra os membros da seita islamista Boko Haram. "Na situação atual, é realmente difícil distinguir entre fatos e rumores”, continua Dom Kaigama, que convida à prudência porque “uma informação não exata ou incompleta cria ainda mais problemas numa situação que por si já é complicada”.
Enquanto continuam as violência ligadas a Boko Haram, um suposto líder do grupo, Abu Mohammed Ibn Abdulaziz, fez uma proposta de diálogo para as autoridades, pedindo para iniciar contatos na Arábia Saudita entre representantes do governo e membros de Boko Haram.
"Vamos esperar e ver quanto é séria esta proposta", afirma Dom Kaigama. De fato, é preciso também entender de onde vem esta oferta: de todo o grupo, de um parte ou até mesmo de uma voz isolada? "Às vezes, numa região do norte emergem propostas de paz, mas os massacres e os homicídios continuam em outras regiões", conclui o Arcebispo de Jos. (L.M.) (Agência Fides 3/11/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network