ÁSIA/SÍRIA - Um sacerdote ortodoxo sequestrado em Damasco

Quarta, 24 Outubro 2012

Damasco (Agência Fides) – O sacerdote greco-ortodoxo Pe. Fadi Jamil Haddad, pároco da Igreja de Santo Elias em Qatana, subúrbio de Damasco, foi sequestrado por um grupo armado não identificado. Segundo informações enviadas à Agência Fides, os sequestradores que três dias atrás levaram outros dois homens, pediram à família do sacerdote e sua igreja um resgate de 50 milhões de libras sírias (mais de 550 mil euros). A comunidade cristã greco-ortodoxa está muito preocupada com o destino do sacerdote e dos outros dois homens sequestrados. Segundo o que foi referido à Fides por membros da comunidade greco-ortodoxa de Damasco esta manhã grupos armados na galáxia da oposição síria perpetraram ataques com morteiros contra o povoado cristão de Kafarbohom, perto de Hama, matando duas pessoas e ferindo outras duas. Um grupo armado entrou no povoado e sequestrou 20 mulheres pedindo aos seus familiares um resgate de 10 milhões de libras sírias (cerca de 150 mil euros) com a ameaça de matá-las. Segundo fontes de Fides, estes episódios confirmam que nesta fase do conflito as comunidades cristãs estão sob pressão, por várias razões: porque estão cada vez menos envolvidas nas fileiras dos rebeldes armados; por vinganças privadas, ou por simples motivos de especulação e busca de dinheiro da parte de grupos armados presentes no território. Dentre as várias comunidades cristãs na Síria, a greco-ortodoxa é a maior (com cerca de 500 mil fiéis) e está concentrada principalmente na parte ocidental do país e em Damasco. (PA) (Agência Fides 24/10/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network