EUROPA/ESPANHA - A alimentação é um direito fundamental não reconhecido a 850 milhões de pessoas

Terça, 16 Outubro 2012

Madri (Agência Fides) – Em 16 de outubro, celebra-se em todo mundo o Dia Mundial da Alimentação, direito fundamental não reconhecido a cera de 850 milhões de pessoas. Este direito prevê que todos – homens, mulheres, crianças, pessoas sós ou comunidades inteiras -, em todos os momentos, tenham acesso físico e econômico aos alimentos adequados ou aos meios para adquiri-los. No último relatório divulgado pela Fao, "O estado de insegurança alimentar 2012", resulta uma importante diminuição de mais de 130 milhões de pessoas que sofrem de desnutrição no mundo. Todavia, aqueles que ainda sofrem a fome são cerca de 850 milhões, dado inconcebível num mundo rico de recursos para todos. O direito à alimentação requer que os Estados provejam a fornecer um ambiente favorável no qual as pessoas possam explorar todo o seu potencial para produzir ou obter alimento adequado para si mesmos e para suas famílias. (AP) (16/10/2012 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network