AMÉRICA/BOLÍVIA - "Evitar a violência e usar o diálogo": Dom Gualberti intervém no conflito dos mineradores

Terça, 9 Outubro 2012

Colquiri (Agência Fides) - "Que tristeza esta manhã ler no jornal que alguns de nossos irmãos de Colquiri, que vivem na mesma cidade e que são também parentes dos mineradores, se confrontaram sábado passado, 6 de outubro, provocando 23 feridos, dois dos quais muito graves. Nós somos feitos para as relações sociais, para falar, não para o confronto, não podemos limitar os nossos interesses ao nosso egoísmo", disse Dom Sergio Gualberti, Coadjutor de Santa Cruz de la Sierra, na sua homilia pronunciada em 7 de outubro na Catedral desta cidade.
Em 29 de setembro, o governo entregou a gestão conjunta de toda a região de Rosario à Corporación Minera de Bolivia (Comibol) e aos operários da Empresa Minera Colquiri, que é estatal. Estes, todavia, contestaram a compartilha da gestão. Enquanto isso, a Comibol recrutou pessoas da região para desempenhar o trabalho com maior eficiência. Assim, sábado, 6 de outubro, os dois grupos de mineradores se confrontaram em Colquiri, provocando a intervenção de 350 homens da polícia. O próprio Presidente da Bolívia, em coletiva de imprensa, lançou um apelo aos dois grupos para que evitem o recurso à violência e reflitam sobre a situação.
A nota enviada à Agência Fides refere que Dom Gualberti pediu aos mineradores que se dirijam a Deus nesses momentos de tensão, porque Ele está sempre presente junto deles. Também pediu a toda a comunidade que reze pela situação em Colquiri, exortando a "deixar de lado a violência e a olhar ao diálogo sincero e sem interesses para obter a solução ao conflito". (CE) (Agência Fides, 09/10/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network