ÁSIA/TAIWAN - O noviciado dos Carmelitas na Ásia retorna para Taiwan

Terça, 2 Outubro 2012

Hsin Chu (Agência Fides) – Construir uma base para a formação da vocação carmelita do mundo chinês na Ásia e para a formação linguística de todos os carmelitas do mundo: para esse fim, a partir de janeiro de 2013, o noviciado carmelita da Ásia volta para Taiwan, passando de Cingapura, onde foi transferido, no ano 2000. Segundo o Catholic Weekly da Arquidiocese de Taipei, 5 noviços que estão agora nas Filipinas (3) e Roma (2), junto com o reitor, o diretor espiritual, e uma dezena de jovens religiosos asiáticos, formarão a nova comunidade, graças ao apoio do Bispo da Diocese de Hsin Chu, Dom J. B. Lee Keh Mean.
Os carmelitas de Taiwan repercorrerão quase 30 anos de caminhada na ilha de Taiwan e na Ásia, com um seminário e alguns momentos de oração (6, 13 e 14 de outubro), tendo em vista a festa de Santa Teresa de Ávila, que se comemora em 15 de outubro. Além disso, agradeceram publicamente Dom Lee e a Diocese de Hsin Chu nas páginas do Catholic Weekly pelo acolhimento e disponibilidade. Permanece vivo na memória de todos a recordação de Pe. John M Chen OCD, o primeiro carmelita chinês, fundador das comunidades carmelitas na China, Cingapura e sul da Ásia.
As irmãs carmelitas chegaram a Taiwan em 1954, fundando o primeiro mosteiro da ilha. Pe. Chen, que foi expulso da China com os seus coirmãos em 1951, chegou a Taiwan em 1981. Três anos depois nasceu o primeiro mosteiro carmelita masculino, na diocese de Hsin Chu.
Quando pe. Chen voltou à casa do Pai, em 2009, a província China-Cingapura nascida da sua obra, estava composta por cerca de 20 religiosos locais de votos perpétuos, entre os quais 6,7 chineses. Hoje, a província carmelita China-Cingapura é composta por religiosos da Malásia, Filipinas, Tailândia e Hong Kong. (NZ) (Agência Fides 2012/10/02)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network