ASIA/SÍRIA - Sequestrados 150 fiéis greco-católicos

Terça, 25 Setembro 2012

Homs (Agência Fides) - Um sequestro de 150 fiéis greco-católicos chocou a comunidade cristã no vilarejo de Rableh, situado entre a fronteira libanesa e a cidade de Qusayr, na província de Homs. Trata-se de operários e camponeses, homens, jovens e mulheres, que se encontravam a poucos quilômetros de vilarejo, empenhados nos campos de colheita das maças, uma das principais fontes de sustento para a população local. O católico Abou Fadel, pai de uma das vítimas, contatado por Fides conta que ontem, 24 de setembro, as pessoas do vilarejo ouviram tiros e rajadas, "então fomos ver o que estava acontecendo. Vimos muitos furgões e pick-up que levaram embora as pessoas. Nos campos ficaram somente as caixas com as maças colhidas". Abou Fadel refere que "esta região está há meses completamente sob controle de grupos armados que dominam a área. Nas últimas semanas, não podíamos cuidar das macieiras nos campos por falta de segurança. Depois, graças a uma negociação iniciada pelo administrador de Homs, a situação parecia ter melhorado". O homem prossegue: "Estou muito preocupado. Meu filho está entre os sequestrados e muitos jovens da nossa família desapareceram. Por que? O que querem os sequestradores? Estamos angustiados com seu futuro. Nós somos um vilarejo tranquilo, perto do santuário do profeta Santo Elias, local venerado por cristãos e muçulmanos. Desejamos somente viver em paz com todos". Contatado por Fides, o Patriarca greco-católico de Damasco, Gregorios III Laham, informado do ocorrido, "implora a Deus para que ajude os inocentes e os pobres". O Patriarca lança um apelo: "Peço a todos os beligerantes que respeitem os civis e poupem vidas inocentes". Alguns líderes cristãos locais estão tentando contatar Ongs e organizações internacionais para pedir assistência nesta trágica situação. (PA) (Agência Fides 25/9/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network