http://www.fides.org

America

2012-09-17

AMÉRICA/MÉXICO - "O México será grande quando conseguirá superar a violência e a corrupção", afirma o Reitor da Basílica de Guadalupe na festa nacional

Cidade do México (Agência Fides) – O México celebrou na sua festa nacional no domingo, 16 de setembro, os 202 anos de independência, com muitos eventos civis e religiosos. A Igreja Católica convidou todos os mexicanos a viverem este evento empenhando-se para debelar a corrupção e a violência existentes no país. No âmbito das diversas celebrações religiosas, publicamos o que disse na sua homilia para esta festa o Reitor da Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe, Mons. Enrique Glennie Graue: "Ser mexicano não significa vestir-se de Charro ou de Adelitas, cantar as belas músicas do México com os mariachi, tomar tequila ou dizer que o México é o máximo. Tudo isso faz parte de uma bela festa, mas o México será grande somente quando nós mexicanos formos grandes, ou seja, quando tivermos superado o nosso complexo de inferioridade, e não nos expressarmos com gritos e insultos contra os outros, quando pudermos, como sociedade, superar a violência e a corrupção existentes no nosso país".
A nota enviada à Agência Fides afirma que, numa Basílica de Guadalupe repleta de fiéis, o Reitor disse que os mexicanos terão um país melhor quando deixarem de ver a corrupção como o modo para resolver os problemas. Além disso, no final da homilia, destacou: "O México será o máximo quando formos responsáveis por todos os nossos deveres, quando realmente respeitarmos os outros em seus direitos, quando acabarmos de pensar que o engano e a corrupção são o modo para ajeitar as coisas, quando todos nos unirmos em plena solidariedade contra a corrupção". O Reitor também pediu que rezem por Nossa Senhora de Guadalupe porque Ela esteve presente em todos os momentos importantes da história do México, e por isso os cidadãos devem buscar o seu guia na construção de uma nação melhor.
Infelizmente, também ontem, dia da festa pelo aniversário de independência, foram divulgadas notícias de violência no país: outros 17 corpos de pessoas justiçadas foram encontrados na região de fronteira entre Jalisco e Michoacan, e 2 deputados do PRI foram mortos em menos de 48 horas. (CE) (Agência Fides, 17/09/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network