ÁFRICA/EGITO - Muitos cristãos protestam também contra o filme que ofende o Islã

Quinta, 13 Setembro 2012

Cairo (Agência Fides) – Também os cristãos unem sua voz à dos muçulmanos para protestar contra o filme que denigra o Profeta Maomé. É o que afirma à Agência Fides pe. Rafic Greiche, responsável pela comunicação da Igreja Católica egípcia.
"Neste momento, estão se realizando manifestações no centro do Cairo, para protestar contra o filme americano que ofende o Profeta Maomé, com vários confrontos com a polícia. A situação é tensa na área em volta da Embaixada dos Estados Unidos, que está muito próxima da Praça Tahrir", afirma pe. Greiche no Cairo. "Deve-se destacar que entre os manifestantes há também muitos cristãos, e coptas em especial, que protestam com os muçulmanos contra o filme. Também no Facebook e em outras redes sociais, cristãos e muçulmanos estão unidos no protesto".
Além da espontânea mobilização dos fiéis, também os líderes das principais confissões cristãs do Egito fizeram sentir sua voz. "As Igrejas Católica, Ortodoxa e Protestante emitiram um comunicado em árabe contra o filme em questão", informa pe. Greiche. "No comunicado, se afirma que os cristãos conhecem bem a profanação daquilo para eles é mais sagrado. Recorda-se, por exemplo, como em certos programas televisivos ou em algumas propagandas Cristo e o Papa estejam representados. Portanto, fomos os primeiros a experimentar esse tipo de profanação dos próprios símbolos religiosos e somos os primeiros a respeitar o Islã e todas as religiões, com seus símbolos", conclui o sacerdote. (L.M.) (Agência Fides 13/9/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network