AMÉRICA/BOLÍVIA - "Devemos nos abrir aos nossos irmãos migrantes, mas todos devemos respeitar a lei": o Card. Terrazas no Dia do Migrante

Terça, 11 Setembro 2012

Santa Cruz (Agência Fides) – O Cardeal Julio Sandoval Terrazas, Arcebispo de Santa Cruz de la Sierra, na celebração principal do Dia Nacional do Migrante, no domingo (9) em Santa Cruz (veja Fides 07/09/2012), recordou a situação em que vivem migrantes e refugiados na Bolívia: "Muitas pessoas vêm e vão para buscar uma melhor situação de vida, mas muitas vezes não é respeitada sua dignidade".
"Devemos nos abrir aos nossos irmãos migrantes – disse o Cardeal durante a homilia -, falamos dos que vieram buscar a vida e, graças a Deus, Santa Cruz respondeu a eles generosamente abrindo espaços. Devemos continuar a fazê-lo, com respeito pelas pessoas. Devemos ser capazes de receber todos, mas também de corrigir os defeitos que podem existir em alguns que pretendem a todo custo tomar posse de um pouco de terra", continuou o Cardeal Terrazas. "Existem pessoas perseguidas ou que devem fugir de seu país, e chegam em busca de um espaço de liberdade. Deus está conosco e encoraja também esses irmãos em situações em que permanece somente a esperança".
Segundo a nota enviada pela Conferência Episcopal Boliviana à Agência Fides, o Card. Terrazas, na conclusão da homilia, exortou a comunidade a acolher a todos, mas também criticou os que invadem as terras privadas ou da propriedade pública para se apropriar. "Estamos de acordo com os migrantes, mas não podemos abençoar as invasões de terras: as leis devem ser aplicadas, queremos que os que são perseguidos em seus países consigam gozar aqui da verdadeira liberdade, mas devem sentir-se parte da nossa sociedade", concluiu o Cardeal Terrazas. (CE) (Agência Fides, 11/09/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network