ÁSIA/PAQUISTÃO - Um cristão paquistanês nos Jogos Paraolímpicos: bom sinal para as minorias

Quarta, 5 Setembro 2012

Londres (Agência Fides) - Tem 25 anos, é de Karachi, e o único cristão paquistanês que faz parte da equipe enviada de Islamabad para os Jogos Paraolímpicos de Londres: Naeem Masih queria jogar críquete, mas, depois de perder a mão num acidente, dedicou-se à meia distância. Ele participou "com orgulho" - como declarou - na expedição e na pista atlética dos 1.500, em Londres. E não tem problema se chegou 16º dos 17 concorrentes na bateria que correu, sem se qualificar para as fases sucessivas. O seu desempenho, a sua presença no grande evento paraolímpico, são um sinal positivo para o Paquistão: "A presença de Naeem Masih significa que o Estado considera as minorias religiosas como parte integrante da nação, como as minorias desde sempre se consideram. É um sinal de igual oportunidades e de não discriminação, é uma forma de envolver os jovens de minorias no espírito e nas atividades da nação", observa à Fides o Prof. Mobeen Shahid, paquistanês, docente na Pontifícia Universidade Lateranense. Enquanto a atenção internacional está voltada para o caso de Rimsha Masih, garota católica acusada de blasfêmia, a experiência de Naeem Masih oferece um sinal de esperança.
Enquanto isso, por iniciativa do parlamentar católico Akram Gill, vice-ministro para a Harmonia Nacional, o Partido Popular do Paquistão, partido do Governo, apresentou um projeto de lei para aumentar a representação das minorias religiosas na proporção de sua consistência demográfica, tanto no Parlamento nacional quanto nas províncias. O projeto parece contar com o apoio também de outras forças políticas. (PA) (Agência Fides 5/9/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network