AMÉRICA/COLÔMBIA - "A Casa da Criança" se abre também para 15 crianças soropositivas e suas famílias

Terça, 28 Agosto 2012

Bogotá (Agência Fides) - Graças a uma iniciativa de um grupo de voluntários italianos e bolivianos, em 1993, nasceu em Bogotá "A Casa da Criança", um centro de acolhimento que cuida de crianças portadoras de deficiência, com outras doenças e soropositivas, tirando-as do estado de marginalização em que são forçadas a viver pela sociedade. Ser criança e ter contraído o HIV não significa ter que viver num hospital ou trancado dentro de casa, a criança pode e deve levar uma vida normal seguindo o tratamento com antirretrovirais: este é o objetivo do centro. Para não separá-las dos familiares, são hospedados também os pais. No centro vivem 70 famílias com 180 menores. A comunidade está ciente do fato de que entre eles há pessoas soropositivas, sem saber de quem se trata para dar-lhes a possibilidade de conduzir uma vida normal.
Situada na zona norte da cidade, a casa oferece um lar para 15 crianças infectadas pelo vírus HIV, 14 das quais vivem com seus pais, doentes também eles, e um deles está sob a proteção dos diretores e voluntários. No mesmo centro funciona a estrutura escolar "Arco-íris de Paz", que segue do ponto de vista educacional as crianças com HIV e outras crianças que vivem na casa. Os professores são formados para ajudar os alunos com o vírus, sem saber também quais são as crianças infectadas. Em caso de acidente ou de situações perigosas que possam resultar na transmissão do vírus, são aplicadas as normas de biossegurança para todos, sem considerar se são soropositivos ou não. No centro é feito um controle mensal em que os medicamentos são entregues aos pais e o procedimento para tomar os remédios. Quando os guardiões não podem dar os remédios, os responsáveis do centro vão entregá-los em casa. A partir das oito da manhã até as quatro da tarde as crianças da comunidade frequentam a escola e ali tomam café e merendam. Na parte da tarde praticam esportes nos ginásios disponíveis ou brincam com seus colegas. (AP) (28/8/2012 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network