ÁFRICA/EGITO - Voltam 16 famílias coptas depois dos recentes confrontos em Dahshur

Quinta, 9 Agosto 2012

Cairo (Agência Fides) - Graças à colaboração entre as forças de segurança e os idosos do povoado de Dahshur (em Giza, no Egito), voltaram para suas casas 16 famílias coptas que foram forçadas a deixar o povoado por causa de violentos confrontos inter-religiosos perpetrados no final de julho, por causa de uma briga banal.
A briga nasceu depois de um jovem muçulmano ter acusado o proprietário cristão de uma lavanderia de ter queimado uma camisa ao passá-la. A briga se estendeu aos familiares e conhecidos dos dois homens, degenerando-se num conflito entre comunidades, cujo balanço foi de um morto, 16 feridos e duas casas incendiadas. Por causa da violência e das tensões 20 famílias alargadas coptas, compostas por 120 pequenos núcleos familiares foram forçadas a deixar Dahshur.
O Presidente Mohamed Morsy ordenou ao Governador de Giza, Ali Abdel Rahman, de formar uma comissão para tratar do assunto. A comissão é formada por 10 muçulmanos e 10 cristãos. (L.M.) (Agência Fides 9/8/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network