AMÉRICA/ARGENTINA - "Desenvolvimento humano, integral, solidário e sustentável", um pedido para proteger as comunidades de Comodoro Rivadavia

Quinta, 2 Agosto 2012

Comodoro Rivadavia (Agência Fides) – A Comissão de Pastoral Social e Indígena da Diocese de Comodoro Rivadavia, na Patagônia, sul da Argentina, expressou a própria preocupação por um projeto minerário recentemente apresentado pela autoridade provincial.
A carta destaca que: "Como membros da Igreja em Chubut, junto a outros protagonistas sociais, há anos compartilhamos a mesma profunda preocupação pela política extrativista na nossa província. A nossa voz se uniu e integrou outras vozes que sentem a mesma preocupação e têm o mesmo desejo de um desenvolvimento que tem que ser humano, integral, solidário e sustentável para as pessoas da nossa província. E do nosso ponto de vista, cristão e cívico, enfrentamos este desafio que transcende o caráter exclusivamente religioso, para tentar enfrentá-lo de modo integral. Nenhum aspecto pode ser deixado de lado, porque diz respeito a todas as dimensões do ser humano".
Na declaração, se recordam os direitos das comunidades, destacando que esses projetos "alteram o seu habitat e colocam em risco seus principais recursos, ou seja, a criação de animais". A seguir, o documento insiste sobre o fato de que "não se pode conceber a ideia de progresso e desenvolvimento acabando com os recursos humanos e naturais, isso ameaça a vida das futuras gerações". O documento se conclui afirmando que "a província poderia oferecer uma proposta alternativa de desenvolvimento integral e solidário, fundada numa ética que considere a responsabilidade pela ecologia natural e humana". (CE) (Agência Fides, 02/08/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network