http://www.fides.org

Asia

2012-08-01

ÁSIA/NEPAL - É preciso mais atenção para a educação e alimentação das crianças indígenas Chepang

Shaktikhor (Agência Fides) – A população Chepang, um dos grupos indígenas desfavorecidos e marginalizados do Nepal, está lutando para a educação de seus filhos. Aqueles que conseguem mandá-los à escola, mesmo tendo que vender o seu gado, se preocupam com as condições de pobreza que podem contribuir para pôr fim à educação.
No último censo de 2001 foram registrados 52 mil Chepangs, mas os ativistas afirmam que, desde então, o número, no mínimo, duplicou. A Nepal Federation of Indigenous Nationalities calcula 59 grupos autóctones no país, que constituem mais de 37% dos 30 milhões de habitantes. Segundo os dados do Nepal's Central Bureau of Statistics, o índice de alfabetização é de apenas 23% dos 90 mil Chepangs de 54 vilarejos nos distritos de Chitwan, Dhading, Gorkha, Makwanpur, Lamjung e Tanahu, contra uma média nacional de 40%. Um problema crônico desta população que se dedica principalmente à agricultura é a insegurança alimentar. As famílias dependem das duas colheitas anuais de três meses cada uma, e mais de 80% vive abaixo da linha de pobreza que, com a distância dos centros habitados e das escolas, agrava o problema da alfabetização. Na maior parte dos vilarejos há somente uma escola de ensino fundamental para toda a região, e as crianças são obrigadas a caminhar a pé para chegar até a escola. Na maioria das vezes, quando chegam, estão exaustas e famintas porque não conseguiram comer pela manhã e não conseguem fazer as tarefas quando voltam para casa. Para tentar enfrentar este problema, o governo colocou à disposição dos menores Chepang um albergue gratuito onde podem também comer e evitar fazer horas a pé. Todavia, a escola tem vaga somente para 40 crianças, enquanto no vilarejo de Shaktikhor são mais de mil. A situação dessas comunidades é realmente crítica e servem mais programas para a escolarização das crianças. Na região de Ramnagar, 20 km de Shaktikhor, um grupo de missionários indianos tinha aberto uma escola somente para as crianças Chepang, a Navodaya School, todavia esta não tem pode acolher mais de 200 estudantes. Todos os anos, mais de 350 pedidos de inscrição são feitos, mas somente 35 são aceitos. (AP) (1/8/2012 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network