ÁSIA/ÍNDIA - Cristãos dizem ‘não’ à lei anti-conversão no estado de Manipur

Sábado, 30 Junho 2012

Imphal (Agência Fides) – Os cristãos rejeitam a proposta de introduzir uma "lei anti-conversão" no estado de Manipur (Índia Oriental), que submeteria os cidadãos que querem mudar de religião a um longo trâmite, passando pela polícia e pela magistratura.
A proposta, apresentada pelo "Fórum dos Povos Indígenas" nos dias passados, é apresentada como "lei para garantir a liberdade de religião". Ao invés, nota a Fides o "Global Council of Indian Christians" (GCIC), "em todas as sedes, nacionais e internacionais, definiu essas leis anti-conversão leis draconianas que violam os direitos fundamentais e constitucionais dos cidadãos". Segundo os cristãos, essas leis são instrumentos nas mãos de grupos extremistas hinduístas que são contrários à presença dos cristãos no país e os acusam de "proselitismo e conversões forçadas". "As leis anti-conversão em Orissa, Madhya Pradesh e Chhattisgarh - nota o GCIC – foram submetidas a abusos por parte de forças extremistas hinduístas para atingir as minorias religiosas, envenenando o tecido social e semeando ódio dentro dos Estados de Orissa e Gujarat". O GCIC pede ao governo a autêntica tutela da liberdade de consciência e de religião e dos direitos fundamentais de todo cidadão. (PA) (Agência Fides 30/6/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network