http://www.fides.org

America

2012-06-13

AMÉRICA/BOLÍVIA - Direitos das crianças sem tutela: trabalham ao invés de brincar, estudar e descansar

La Paz (Agência Fides) – Pobreza migração, famílias desagregadas são algumas das causas que obrigam muitas crianças e adolescentes a trabalhar. Na Bolívia, existem 850 mil meninos, meninas e adolescentes trabalhadores, que representam 28% da população entre 5 e 17 anos. Mais de 87% são envolvidos em trabalhos muito perigosos para sua saúde, integridade física, mental e para sua dignidade, 397 mil trabalham em cidades, 452 mil nos campos. Deste total, cerca de 491 mil têm de 5 a 13 anos, embora na Bolívia a idade mínima permitida para o trabalho é 14 anos. Destas, 437 mil são exploradas em trabalhos arriscados: 134 mil em centros urbanos e 303 mil em áreas rurais. Os adolescentes de 14 a 17 anos que trabalham são 357 mil; destes, 309 mil realizam atividades perigosas. 172 mil em cidades e 137 mil em áreas rurais. Além disso, 77,11% dos menores de idade entre 5 e 17 anos trabalham com suas famílias e não são remunerados; nas áreas urbanas, 19,17% trabalham per conta própria. 2,23% são operários ou empregados; 12,41% têm um patrão e 5,12% trabalham para outras famílias. Existem 22.270 crianças que ao invés de frequentar as escolas, ganham do que viver como domésticos; 258.940 possuem um só genitor e devem contribuir com as entradas financeiras de suas famílias; 200 mil ao invés de brincar e descansar são utilizados em trabalhos pesados. (AP) (13/6/2012 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network