AMÉRICA/HAITI - O compromisso dos Redentoristas para a reconstrução do Haiti

Sábado, 2 Junho 2012

Porto Príncipe (Agência Fides) - "Depois do terremoto de 12 de janeiro de 2010, no Haiti, um extraordinário movimento de solidariedade e generosidade realiza-se dentro de toda a Congregação do Santíssimo Redentor. Este apoio, fraternal, espiritual e financeiro, tem o objetivo de apoiar os nossos confrades e prover suas necessidades enormes, após esta terrível catástrofe natural". É o que afirmam os Redentoristas (Congregação do Santíssimo Redentor, CSsR), num testemunho enviado à Agência Fides, fazendo um balanço da situação das estruturas no Haiti e os programas futuros, a quase dois anos e meio do terremoto.
Todos os Redentoristas foram poupados pelo terremoto, apenas um ficou gravemente ferido. Muitos perderam seus entes queridos, pais, amigos, etc. No que diz respeito às estruturas da Missão Redentorista de Porto Príncipe, o terremoto teve consequências devastadoras: a casa de estudantes São Clemente (Bois-Batatas) foi completamente destruída; o Mosteiro de São Geraldo e a Casa Gelin foram gravemente danificados; a Igreja de São Geraldo foi severamente danificada e a escola de São Geraldo foi completamente destruída.
Em resposta aos apelos do Governo Geral e da Província de Sainte Anne de Beaupré (Província-Mãe da Região de Porto Príncipe), prossegue o documento, foram organizadas coletas extraordinárias nas casas, paróquias e Obras dos Redentoristas para ajudar os Confrades do Haiti, e foi criado o Fundo de Urgência Redentorista para o Haiti (FURH). "Esta onda de solidariedade fraterna foi uma fonte de conforto, encorajamento e esperança para os Confrades da Região do Haiti", sublinha o texto. "Para 2012, esperamos sinceramente que a nova casa de estudantes São Clemente seja habitável para o novo ano letivo – afirma o documento. A reconstrução da antiga seção belga do Mosteiro de São Geraldo será terminada no final do ano. Por isso, dois projetos utilizarão um tipo de construção completamente nova, mais barata, mais leve e mais resistente às intempéries. Com relação à igreja da Paróquia de São Geraldo, alguns estudos recentes confirmaram que seria necessário demoli-la e reconstruí-la. Os trabalhos começarão quando forem fixados os custos do trabalho. A Escola de Ensino Médio São Geraldo retomou as atividades educacionais em salas provisórias, construídas pelo UNICEF no mesmo local onde havia o antigo prédio. Os procedimentos jurídicos continuam a fim de recuperar um terreno dos Redentoristas, em que queremos reconstruir a escola. Os custos deste projeto serão financiados principalmente pelas três ONGs Redentoristas: SERVE (Província de Dublin), Acoger Y Compartir (Província de Madri) e Solidaridad (Província de Madri)".
Os Redentoristas expressam profunda gratidão e apreço a todos aqueles que com sua generosidade e apoio, fazem a missão continuar entre o Povo de Deus no Haiti. (CE) (Agência Fides, 02/06/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network