http://www.fides.org

Africa

2012-05-23

ÁFRICA/GUINÉ-BISSAU - "A Caritas somos nós": projetos e planos para construir uma Guiné-Bissau melhor e também uma Caritas melhor

Bissau (Agência Fides) - Com o tema a Caritas somos nós, a Caritas Guiné-Bissau realizou nos dias 15 e 16 de maio, em Bissau, sua Assembleia Extraordinária e a já tradicional “Portas Abertas”. Segundo as informações enviadas à Agência Fides pela diocese de Bissau, a Assembleia Extraordinária, formada pelos Delegados das Paróquias das duas Dioceses (Bissau e Bafatá), teve como ponto máximo a votação dos Estatutos, promulgados Ad Experimentumno no dia 1° de janeiro de 1983 e atualizados no correr dos anos, e do Plano Estratégico 2011-2015, com seus três pontos fundamentais: Reestruturação da Caritas Guiné-Bissau; Reações humanitárias; Ações completas dirigidas à redução da pobreza. Seja os Estatutos, seja o Plano Estratégico, são fruto de um grande caminho na busca de melhor entender o que Deus pede hoje à Caritas no seu empenho em favor dos mais carenciados.
A presença dos Bispos da Diocese de Bissau, Dom José Câmnate Na Bissign, do Auxiliar, Dom José Lampra Cá, e do Vigário Geral da Diocese de Bafatá Pe. Luca Pedretti, representando Dom Pedro Zilli, Bispo de Bafatá, que não pôde estar presente por motivos de saúde, ajudou os participantes a pensar, mais profundamente, o bem da Igreja na Guiné no seu amor às pessoas.
Dia 16, na sede da Caritas, dia das “Portas Abertas”, a Caritas abriu as suas portas para mostrar o que é e o que está realizando, não somente na sua sede central em Bissau, mas sobretudo, nas comunidades, nas paróquias, nas missões. As “Portas Abertas” permitiram que os participantes compreendessem melhor o que a Caritas está a fazer em prol dos pobres, dos doentes, das crianças e sobretudo, das mulheres que são as que mais sofrem com o peso das tradições culturais, sociais e políticas. De fato, o tema que animou a reflexão dos participantes, durante todo o dia, foi mesmo o da mulher: mulheres nos órgãos de comunicação social, mulheres que dão à luz, mulheres que educam os filhos, mulheres que buscam recursos para a família, mulheres que sofrem disparidade de oportunidade, mulheres que ficam mutiladas não só no espírito, mas também no corpo. Foram muitas as mulheres que falaram e que compartilharam seus os sonhos e as fadigas.
Foi um dia de reflexão, de relax, mas também de relançamento de Projetos e de Planos para uma Guiné-Bissau melhor, como também para uma Caritas melhor. Trabalhar todos juntos, porque a Caritas somos nós, foi o tema destes dois dias de trabalho e a “Caritas somos nós” é o plano de trabalho da Caritas neste tempo difícil para a Guiné-Bissau. (SL) (Agência Fides 23/05/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network