http://www.fides.org

America

2012-05-15

AMÉRICA/PANAMÁ - Iniciadas as celebrações dos 500 anos de fundação da primeira Diocese Americana

Panamá (Agência Fides) – O Arcebispo Primaz de Santo Domingo, Cardeal Nicolas de Jesus Lopez Rodriguez, presidiu domingo, 13 de maio, a celebração pelo 42º Encontro Eucarístico do Panamá, como parte inicial das celebrações dos 500 anos de fundação, no país, da primeira Diocese no continente Americano, com o nome de "Santa Maria la Antigua", primeira Diocese em terra firme. A Missa foi celebrada no estádio Rommel Fernandez da capital, onde milhares de fiéis católicos se reuniram sob o slogan “Com Maria caminhando na esperança”. Participaram também o Arcebispo de Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, O.S.A.; o Núncio apostólico, Dom Andrés Carrascosa Coso, e alguns membros da Conferência Episcopal panamense.
Durante sua homilia, o Cardeal Lopez Rodriguez recordou como foi instituída a primeira Diocese em terra firme no território panamense, e relevou que os festejos durarão por todo o próximo ano. Segundo a nota enviada à Agência Fides, o Cardeal ressaltou ainda que “a América Latina é uma região com uma riqueza cultural que permite a proximidade dos povos, deixando de lado o sofrimento vivido, embora sempre o recordando”. Falando da evangelização das Américas, disse ainda que a fé desta região é sempre acompanhada pela devoção à Virgem Maria.
O Arcebispo de Panamá, Dom José Domingo Ulloa, em seu pronunciamento diante de mais de 20 mil fiéis que lotaram o estádio, pediu aos políticos que “não ajam com uma moral ambígua, pois não deve haver uma dupla moral”, e convidou todos a promover e a incrementar a cultura da participação e o diálogo sincero, sempre no respeito pelo próximo.
A cidade de Santa Maria de la Antigua, que se encontra na região da floresta da província de Darien, no confim com a Colômbia, foi a primeira Diocese na terra firme, criada por Papa Leone X com a bula de 9 de setembro de 1513. Em 15 de agosto de 1519, Pedrarias Davila fundou a cidade de Panamá, que sucessivamente se transformou em centro comercial e principal porto. Em 1524, o segundo Bispo da Diocese, Fray Vicente Peraza, transferiu a sede da Diocese à nova cidade de Panamá. Em seguida, a cidade foi destruída pelo pirata galês Henry John Morgan em 1671, mas os espanhóis a re-fundaram três anos mais tarde a cerca de 8 km a oeste de onde havia sido erguida na primeira vez. (CE) (Agência Fides, 15/05/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network