AMÉRICA/HAITI - Dois anos após o terremoto os seminaristas ainda estudam debaixo de tendas

Quinta, 10 Maio 2012

Roma (Agência Fides) - Para o Padre Clark de la Cruz, Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM) no Haiti, a maior preocupação neste momento é o seminário, porque depois do terremoto, e falamos de janeiro de 2010, "o seminaristas estão ainda debaixo de tendas. "Padre de la Cruz, que está participando da Assembléia Geral anual das POM, em andamento em Roma, disse à Agência Fides que "a palavra chave é 'ainda', porque em todo o mundo não se pode entender o que significa estudar sob as tendas, viver em tendas, com todos os problemas do clima e da falta de um mínimo indispensável a fim de estudar ou realizar um programa de formação". "Muitos quiseram nos ajudar - continua o padre - mas agora não têm mais ajuda, faltam muitas coisas, e realmente surpreendente ver como os seminaristas são capazes de crescer em sua formação".
Entre as realidades que trazem esperança para o povo cristão do Haiti, tão duramente provado, padre Clarck de la Cruz cita "o empenho dos grupos da Pontifícia Obra da Infância Missionária, que são numerosos em quase todas as paróquias, e que estão preparando com muito entusiasmo o Congresso Nacional da Infância Missionária do próximo ano, para o qual já se inscreveram mais de mil crianças, um grande evento para a Igreja no Haiti".
Padre Clarck recorda ainda o material realizado para a preparação do Dia Mundial da Missão, que este ano tem como tema "Crianças, todos juntos para fazer da terra uma festa" (Enfants, unissons-nous pour faire de la terre une fete!). (CE) (Agência Fides, 10/05/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network