http://www.fides.org

Africa

2011-12-20

ÁFRICA/ZIMBÁBUE - Tifo, disenteria, cólera e desnutrição: as cause estão na precariedade das infra-estruturas

Harare (Agência Fides) - As doenças causadas pela água contaminada como tifo, disenteria e diarreia, estão criando grande preocupação no Zimbábue. Teme-se uma eventual retomada da epidemia de cólera que em 2008 - 2009 matou mais de 4 mil pessoas e contagiou mais de 100 mil no país. Segundo estatísticas, um terço da população que vive nas regiões rurais bebe em fontes de água não potáveis, expondo-se ao risco de doenças transmitidas pela água. Mesmo que a incidência do cólera tenha caído em relação aos anos passados, em 2011 verificaram-se epidemias localizadas causadas por infra-estruturas hídricas, sanitárias e higiênicas muito precárias. Recentemente, registraram-se centenas de casos de tifo na capital Harare, principalmente no super-populoso distrito de Dzivarasekwa.
De acordo com os dados do Weekly Epidemiological Bulletin de Zimbábue, a disenteria e a diarreia estão tocando níveis epidêmicos, mas não foram confirmados casos de cólera. Em Chipinge e em muitas outras regiões da província oriental de Manicaland, as autoridades do campo da saúde estão monitorando atentamente uma presumível epidemia de cólera, que ainda não foi oficialmente confirmada. Em algumas áreas rurais, embora a situação tenha melhorado e a incidência das emergências de cólera tenha se reduzido em todo o país, ainda existem áreas muito vulneráveis como Chipinge e Chiredzi, nas regiões sudeste e sudoeste do Zimbábue. Os índices de desnutrição crônica e aguda entre menores são respectivamente de 34% e 2.4%. (AP) (20/12/2011 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network