http://www.fides.org

Asia

2011-11-03

ÁSIA/TAILÂNDIA - Hospitais em alerta com a impossibilidade de receber medicamentos por causa das inundações

Bangcoc (Agência Fides) – Os hospitais da capital da Tailândia, Bangcoc, estão em alerta com o reabastecimento dos depósitos de medicamentos, que poderia ser dificultado pelas prolongadas inundações que estão atingindo o país. A produção local e a entrega de fornecimento hospitalar, de fato, foram interrompidas. Em nota da Food and Drug Administration (FDA), se lê que os hospitais estão preocupados, não obstante ainda existam medicamentos. As previsões oficiais sobre os tempos necessários para a drenagem das áreas alagadas variam de 10 dias a semanas. Segundo o Ministério da Saúde local, as enchentes interromperam a produção de 393 fármacos registrados de mais de dez indústrias de Bangcoc e das províncias vizinhas. Os limites principais estão nos curativos, existem muitos voluntários e enfermeiros, mas pouquíssimos remédios. O hospital Siriraj de Bangcoc está enviando a cada dia uma unidade médica móvel em uma das províncias mais gravemente atingidas, a 70 km ao norte da capital, Ayutthaya. Necessita-se de aspirina, antibiótico e soluções salinas. A distribuição dos remédios é penalizada por causa das muitas estradas inacessíveis: 73 rodovias de 15 províncias estão impraticáveis, assim como 223 estradas de 30 províncias. Segundo a FDA, as casas farmacêuticas atingidas pelas enchentes estão produzindo menos de 10% dos remédios do país, e o Ministério da saúde iniciou a importar medicamentos da Malásia e do Japão. (AP) (3/11/2011 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network