ÁFRICA/TUNÍSIA - "Confiamos nos novos dirigentes tunisianos” - disse o Diretor Nacional das POM

Quinta, 27 Outubro 2011

Túnis (Agência Fides) - "As eleições realizaram-se num clima de alegria, paz e emoção. Contou com a participação muito consistente dos eleitores” – disse à Agência FIdes Pe. Jawad Alamat, Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM) da Tunísia. "Sendo a primeira eleição realmente livre da Tunísia, tratou-se de uma primeira experiência para todos. Muitos tunisianos viveram a eleição como uma aventura, com forte entusiasmo. Isto fez com que não tivesse problemas para enfrentar filas de 4 ou 5 horas para votar”.
No que concerne o êxito das eleições das eleições, cujos resultados, mesmos parciais, contam com a afirmação do partido de inspiração islâmica Ennahdha, Pe. Jawad afirma: "os dirigentes do partido Ennahdha fizeram declarações muito interessantes, às quais queremos acreditar. Disseram por exemplo, que as minorias religiosas serão respeitadas, assim como a liberdade de culto e que irão manter abertura para o ocidente. Importante é a promessa de manter tudo o que a Tunísia adquiriu como direitos pessoais, aliás, eles serão melhorados. Confiamos neles”.
O Diretor Nacional das POM da Tunísia acrescenta que “os novos dirigentes do país deverão considerar o fato de que possuem diante de si um povo que se sente forte, depois de ter feito uma revolução contra um regime opressivo, e que é consciente de seus direitos. Os candidatos de Ennahdha foram eleitos em base na promessa de continuar o processo de reforma democrática da Tunísia e de modernização do país, tendo como referência a sua identidade muçulmana”.
Sobre este ponto Pe. Jawel afirma: "Quando se começa a falar de xariá não devemos pensar logo nos países onde a mesma é aplicada de maneira conservadora e restritiva. Não precisa ter medo destas referências aos valores da religião islâmica, porque representam uma necessidade que vem da busca de uma sua identidade. É preciso ouvir os nossos amigos muçulmanos que afirmam que dentro da xaria existem valores humanos que formam cultura” – conclui Pe. (L.M.) (Agência Fides 27/10/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network