ÁFRICA/TUNÍSIA - "Estou otimista sobre o futuro da Tunísia", disse o Arcebispo de Túnis, na véspera das eleições

Sábado, 22 Outubro 2011

Túnis (Agência Fides) - "A situação é muito calma. Na noite passada, a campanha eleitoral terminou sem incidentes e agora estamos vivendo a expectativa do voto" disse à Agência Fides Dom Maroun Elias Lahham, Arcebispo de Túnis , na véspera da primeira votação livre na Tunísia. Amanhã, 23 de outubro, 11 mil candidatos vão disputar 218 lugares na Assembleia Constitucional que vai escrever a nova Constituição. Os eleitores registrados são 7 milhões e meio. Há um elevado número de partidos na lista, a maioria dos quais formados após a queda do regime de Ben Ali, e sobre a possibilidade de que esta situação possa causar confusão entre os eleitores Dom Laham responde: "os partidos tunisinos são 120 partes, dos quais 110 se apresentaram para as eleições. Isto certamente pode causar confusão entre os eleitores, acentuada pelo fato de que é a primeira vez que os tunisinos votam nas eleições realmente livres. Não estão acostumados a campanha eleitoral, realizada, no entanto, por partidos prometendo mais ou menos a mesma coisa. Há entusiasmo, mas também incerteza". O Arcebispo de Túnis acrescenta que" a Tunísia iniciou seu caminho para a democracia. Será um modelo de democracia feita por tunisianos. Não há modelos padrão de democracia válida para todos os países. Cada um cria seu próprio modelo, adaptando-o às condições sociais e culturais. Estou otimista quanto ao futuro do país", concluiu Dom Laham. (L.M.) (Agência Fides 22/10/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network