ÁFRICA/ZÂMBIA - "Cada paróquia, casa e local de trabalho é uma terra de missão", disse o Diretor Nacional das POM da Zâmbia

Quarta, 19 Outubro 2011

Lusaka (Agência Fides) - "Como parte de nosso batismo, somos chamados à missão de anunciar e viver a Palavra de Deus", disse o Pe. Bernard Makadani Zulu, Diretor das Pontifícias Obras Missionárias (POM), na Zâmbia, que concedeu a seguinte entrevista à Agência Fides em vista do Dia Mundial das Missões, celebrado domingo 23 de outubro.

Qual é o significado do Dia Mundial das Missões para a Igreja na Zâmbia?

Somos uma Igreja em crescimento. A coleta do Dia Mundial das Missões oferece aos nossos irmãos e irmãs da Diocese de missão o suporte básico de que precisam para se tornarem auto-suficientes. Precisamos promover um senso de comunidade entre as dioceses mais pobres, para que a Igreja possa continuar ajudando as comunidades católicas que vivem em situações difíceis e aquelss que têm maiores necessidades. Por isso é essencial trabalhar juntos, porque juntos somos uma família e podemos apoiar uns aos outros na tarefa de evangelização. Devemos continuar levando ao mundo católico, aquele espírito de universalidade e de serviço à missão da Igreja, sem o qual não pode haver uma verdadeira cooperação. Como cristãos, nós pertencemos à família da Igreja, nós pertencemos a Cristo. Para viver fielmente no amor de Deus, devemos desenvolver uma idéia clara da família em que vivemos. Isto requer uma resposta pessoal de cada um de nós. Como missionários, devemos dedicar-nos ao chamado de Jesus não só com palavras mas com obras. Não há nenhum lugar na terra onde a natureza missionária da Igreja não esteja presente, porque cada paróquia, casa e local de trabalho é uma área de missão. Como membros da Igreja universal, devemos compartilhar nossa riqueza com os outros. Precisamos apoiar programas de educação, catequese, formação pastoral e outros tipos que permitam aos nossos missionários de proclamar a Palavra de Deus. O Dia Mundial das Missões também é uma boa oportunidade também para homenagest os homens e mulheres que dedicaram suas vidas para espalhar a Boa Nova. Recordamos os nossos missionários estrangeiros, especialmente aqueles de nossa paróquia, nossa diocese e do país. A sua coragem nos seja de exemplo e sua presença um sinal de esperança.

O Dia Mundial das Missões é acima de tudo uma ocasião de oração, quais intenções o senhor propoem?

Propomo-nos a rezar especialmente para o nosso Papa, Bento XVI e todos os bispos, para que possam nos ajudar a desempenhar com maior profundidade a tarefa missionária de difundir a Boa Nova. Em seguida, queremos lembrar os missionários que em todo o mundo anunciam o Evangelho, para que possamos ser inspirados pelo seu exemplo e viver uma vida de testemunho alegre. Rezamos também pelos nossos jovens, para que a mensagem do Evangelho do amor de Deus os leve a viver uma vida cheia de fé em palavras e ações. Recordamos também todos aqueles que sofrem por causa do testemunho de fé, para que o Espírito Santo os sustente na provação. Rezamos também pelos idosos e os missionários aposentados, para que o Senhor seja para elees força na fraqueza e alegria de sua velhice. Enfim, recordamos na oração todos aqueles que morreram, marcados com o sinal da fé, especialmente aqueles que serviram a Igreja nas missões. (L.M.) (Agência Fides 19/10/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network