OCEANIA/PAPUA NOVA GUINÉ - A missão "para a santidade da família", seguindo o exemplo do Beato Peter To Rot

Terça, 11 Outubro 2011

Rabaul (Agência Fides) - A família é chamada a ser "Igreja doméstica", um lugar onde se respira e vive a santidade: é o convite do Arcebispo de Rabaul, Dom Francesco Panfilo sdb, dirigido aos fiéis durante o mês de missões, que nas comunidades católicas locais está focada no tema da vida cristã e da oração em família. O exemplo brilhante para as famílias da diocese, marca o Arcebispo, é o Beato Peter To Rot, de quem a Igreja local celebra em 2011 o centenário de seu nascimento. Peter To Rot - primeiro nativo da Papua Nova Guiné, inscrito no Livro dos Beatos da Igreja Católica, em 1995 - foi martirizado em 1945 por injeção letal durante a ocupação japonesa de Rabaul, para "defender a santidade da vida matrimonial e do sacramento do matrimônio", disse Dom Panfilo num comunicado enviado à Agência Fides. O tema geral do Ano Jubilar é "Amai-vos como eu vos amei" (Jo 15,12) e "o objetivo principal do Centenário (que durará até 30 de dezembro de 2012), é a renovação da vida familiar". Isto acontecerá, explica o Arcebispo à Fides, "através do estudo dos valores do evangelho como o fundamento da vida familiar, para conhecer e apreciar mais o sacramento do matrimônio".
Assim, a Arquidiocese atua em seu plano pastoral que visa redescobrir "a visão da família como Igreja doméstica, um lugar onde pais e filhos refletem a imagem da Santíssima Trindade, e onde as relações amorosas testemunham o amor cristão", disse o prelado. O Arcebispo enviou aos fiéis, durante esse mês missionários, sua primeira carta pastoral na qual lembra que "a Eucaristia é o centro e ápice da vida de cada sacerdote", que ela é um direito "para os cristãos". "Na maioria das culturas, na Papua Nova Guiné e Ilhas Salomão, a dança de grupos em traje tradicional é usada nas celebrações mais importantes da vida do povo. Estas danças também podem expressar alegria, felicidade e unidade do povo durante a massa", escreve o Arcebispo, lembrando aos fiéis que" não há melhor maneira de construir a comunidade cristã a não ser através da Sagrada Eucaristia, centro da vida Igreja".
O mesmo entusiasmo, comenta Dom Panfilo, citando as palavras do Papa Bento XVI, é expresso no Dia Mundial das Missões, celebrado em 23 de outubro. "A missão universal envolve tudo e todos. O Evangelho não é uma posse exclusiva de quem o recebeu, mas é um dom a ser partilhado e uma boa notícia para os outros", disse o Arcebispo, convidando os fiéis a redescobrirem a espírito missionário. (PA) (Agência Fides 11/10/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network