ÁFRICA/SUDÃO - Novos confrontos em Kordofan do Sul: a crise arrisca se agravar.

Sexta, 23 Setembro 2011

Khartoum (Agência Fides) – Intensos combates se verificaram anteontem, 22 de setembro, em Kordofan do Sul, na fronteira entre o norte e o sul do Sudão, depois que os rebeldes do Movimento popular de libertação do Sudão norte (SPLM-N) atacaram posições do exército de Khartoum, último sinal de uma escalada do conflito. O SPLM-N afirmou que suas tropas destruíram dois presídios das forças armadas do Sudão (SAF), depois de intensos combates em Khor Al-Dulib, na região de Al-Rashad, a 20 milhas ao sul da cidade de Al-Dilling.
Segundo Gamar Dalman, conselheiro do presidente do SPLM-N em Kordofan do Sul, as tropas rebeldes impuseram elevadas perdas à SAF e a seus aliados paramilitares. O representante da guerrilha afirmou que o SPLM-N tem a intenção de “libertar todas as cidades da região”. Fontes ligadas ao governo de Khartoum, no entanto, afirmaram que o exército sudanês resistiu aos ataques e impôs grandes perdas aos homens do SPLM-N.
O Kordofan do Sul, região do norte do Sudão, na fronteira com o Sudão Sul, é habitada por uma população mais próxima do Estado do sul, tanto é que o SPLM-N fazia parte do SPLM, o movimento que lutou pela independência do Sudão Sul (anunciada oficialmente no último mês de julho). Em janeiro, deveria se realizar em Kordofan do Sul um referendo para decidir o destino da região, mas o governador local suspendeu a consulta. Desde então foram retomados os conflitos armados.
(L.M.) (Agência Fides 23/9/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network