http://www.fides.org

America

2004-10-12

AMERICA/MÉXICO - Jornada Mariana no Congresso Eucarístico Internacional, com a tradicional Peregrinação da Virgem de Zapopan: “quem realmente acredita em Jesus Cristo, não pode deixar de acreditar n’Ela”

Guadalajara (Agência Fides) - O Congresso Eucarístico Internacional de Guadalajara vai viver hoje um dia eminentemente mariano, marcado pela tradicional procissão da Virgem de Zapopan, uma das festas mais importantes da Arquidiocese de Guadalajara. "A festa será em torno desta imagem, que veneramos com amor, e não poderia ser de outra forma, porque quem realmente acredita em Jesus Cristo, não pode deixar de acreditar n’Ela", afirmou o Card. Juan Sandoval Iñiguez, Arcebispo de Guadalajara, na sua mensagem inaugural do Congresso Eucarístico. A Virgem de Zapopan “é uma venerada imagem que nos acompanhou com sinais e prodígios nesses séculos e que desperta no povo de Deus um amor e uma devoção especiais. A Virgem presenciou a formação desta cidade e desta Igreja diocesana". Com esta demonstração de fé, "agradecemos pelo sim da Encarnação, porque com o consenso dado ao anúncio do anjo, os Céus se abriram e veio a segunda Pessoa Divina, que se encarnou e se fez homem como nós, para ser nosso irmão, mestre, vítima, salvador e alimento de vida eterna".
Ontem, 11 de outubro, na esplanada do Instituto Cultural Cabañas, realizou-se uma solene Concelebração Eucarística, presidida pelo Cardeal Cláudio Hummes, ofm, Arcebispo de São Paulo (Brasil), durante a qual se renovou a devoção a Nossa Senhora de Zapopan. Esta manhã, às 6h, terá lugar a Peregrinação da Catedral à Basílica de Zapopan, presidida pelo Cardeal Juan Sandoval Iñiguez, à qual seguirá a Concelebração Eucarística na Basílica.
A imagem, de apenas 34 cm, percorreu esta terra trazida por um missionário franciscano espanhol, Fr. Antonio de Segóvia, que a carregava no pescoço durante a sua obra de evangelização. As tradicionais festas de Nossa Senhora de Zapopan começam oficialmente em 9 de outubro, data na qual a Imagem é acolhida na Catedral do Capítulo e onde se celebra um tríduo em sua homenagem, que culmina com a Missa solene na esplanada do Instituto Cultural Cabanas, na tarde de 11 de outubro. No final da Missa, a imagem é transportada novamente para a Catedral, para a vigília dos fiéis durante toda a noite. Às 5h do dia 12 de outubro, celebra-se a Missa de saudação, e começa a peregrinação que acompanha novamente a imagem para o seu santuário em Zapopan. Uma procissão de cerca três horas, entre cantos, orações e danças, da qual participam habitualmente cerca de dois milhões de pessoas. Nossa Senhora de Zapopan, padroeira da Arquidiocese de Guadalajara, recebeu durante os séculos os títulos de evangelizadora, pacificadora, protetora contra as tempestades, as inundações e a peste. (RG) (Agência Fides 12/10/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network