http://www.fides.org

Oceania

2004-10-12

OCEANIA/AUSTRÁLIA - Bem-estar econômico e segurança, os temas na agenda do Premiê John Howard, eleito pela quarta vez

Sydney (Agência Fides) - Quarto mandato para o premiê conservador australiano John Howard, que venceu as eleições federais de sábado, reforçando significativamente a sua maioria. Em uma vitória superior a qualquer previsão, a coalizão guiada por Howard (liberais e nacionais) conquistou cadeiras na Câmara (eleita com o sistema majoritário) e se prepara para controlar também o Senado (eleito com o sistema proporcional e tradicionalmente controlado pela oposição), também graças ao apoio do novo partido religioso Family First (das assembléias Pentecostais).
Enquanto permanecem seis cadeiras livres, os conservadores passam de 82 a 87 cadeiras na Câmara de 150 deputados, mas também já conquistaram 38 das 76 cadeiras no Senado. Howard será o primeiro premiê a controlar o Senado, depois do conservador Malcolm Fraser em 1975.
O governo poderá assim atuar facilmente o seu ambicioso plano de reformas no campo das comunicações e das privatizações. Na sua campanha eleitoral, o premiê apostou em temas de segurança interna e no bem-estar econômico do país. No plano internacional, a vitória de Howard garante que os 850 soldados australianos permanecerão no Iraque e no Golfo, enquanto o seu adversário trabalhista, Mark Latham, havia prometido a retirada das tropas até o Natal, em caso de vitória.
Na vigília do voto, a Igreja católica destacou os problemas da justiça social. Dom Christopher Saunders, Bispo de Broome e presidente da “Comissão Justiça e Paz” do episcopado, tinha chamado a atenção para as necessidades do pobres e dos grupos desfavorecidos, pedindo transparência em áreas chaves para o desenvolvimento da sociedade, como educação, assistência sanitária, família, ambiente.
A Comissão divulgou um documento intitulado “Que a paz esteja convosco: cultivar uma cultura da paz”, no qual se afirma que promover uma “cultura da paz” é uma urgência para a nação. O documento, que toca diversos temas que dizem respeito à vida social e política da Austrália, insiste na necessidade de reconciliação com os aborígines, em levar paz autêntica às famílias, em desenvolver um dialogo entre religiões, em cultivar uma educação à paz na escola, na sociedade e em todo o país.
(PA) (Agência Fides 12/10/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network