http://www.fides.org

Africa

2011-07-28

ÁFRICA/GUINÉ - Trabalhadores da mídia envolvidos em programa para combater a proliferação ilícita de armas leves

Conakry (Agência Fides) - Um seminário para envolver os trabalhadores da mídia na sensibilização da população sobre os perigos das armas leves se realizou recentemente em Conakry, capital da República da Guiné. O seminário, de 26 a 28 de julho, foi organizado pela Comissão Nacional para o combate à proliferação de armas leves (COMNAT), em colaboração com a Comissão da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). Os 20 jornalistas guineenses participantes discutiram sobre como divulgar a convenção da CEDEAO sobre armas leves ("Convention de a CEDEAO sur les armes légères et de petit calibre, leurs munitions et autres matériels connexes", assinada em Abuja, Nigéria em 14 de junho de 2006), a fim de conscientizar a população sobre os riscos ligados à proliferação e à circulação ilícita de armas leves e de pequeno calibre. O seminário se realizou logo após o fracassado ataque à residência do Presidente guineense, Alpha Condé (veja Fides 20 e 23 de julho de 2011), efetuado por um grupo de militares dissidentes bem armados. Este episódio foi recordado no discurso de abertura dos trabalhos pelo Presidente do COMNAT-Guinée, o General de brigada Bambo Fofana, que reiterou o compromisso de seu país em lutar contra o comércio ilícito de armas leves. O Ministro da Defesa da Guiné, Abdoul Kabélé Camara, revelou que, segundo recentes análises, mais de 800 milhões de armas leves circulam ilegalmente em todo o mundo; destas, 600 milhões estão na África sub-Sahariana.
(L.M.) (Agência Fides 28/7/2011)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network