http://www.fides.org

Europa

2011-07-22

EUROPA/PORTUGAL - Voluntariado Missionário: 1.130 portugueses espalhados pelo mundo, muitos passarão as férias em terras de missão

Lisboa (Agência Fides) - Mais de 1.130 jovens e adultos portugueses de dedicam este ano a realizar projetos de voluntários missionário nos países em desenvolvimento e também em Portugal, cerca de metade deles usarão o tempo de férias para este propósito. A informação foi enviada à Agência Fides pela Fundação Evangelização e Culturas (FEC), ONG para o desenvolvimento, fundada em 1990 pela Igreja Católica portuguesa para combater a pobreza e ajudar a alcançar os objetivos de desenvolvimento humano e o desenvolvimento sustentável através de projetos que valorizam os recursos humanos, materiais e financeiros, trabalhando em estreita colaboração com as agências e comunidades. Desde 2002, a FEC coordena a rede de Voluntariado Missionário, incluindo paróquias, congregações religiosas, dioceses, fundações, ONGs, associações juvenis e grupos informais de jovens e adultos.
Educação, formação, pastoral, saúde, animação sociocultural, construção de infra-estrutura e agricultura são as áreas de intervenção das entidades que trabalham nos países em desenvolvimento na África, Ásia e América do Sul. Os principais beneficiários das ações dos voluntários são os jovens, depois as crianças, mulheres e professores, e também as famílias e os idosos.
A maioria dos voluntários que passará um breve período de tempo fora do seu país é composta de estudantes (45,9%), trabalhadores que pegam licença não remunerada (19,9%), funcionários que usam as férias para trabalhar na missão (16,9%). Outros são aposentados (4,8%), desempregados (3,9%) ou se encontram em outras situações (8,6%). Em relação à idade, jovens e adultos de 18 a 30 anos (76,7%) são aqueles que se dedicam majoritariamente ao voluntariado, mas há também pessoas entre 31 a 40 (12,9%), de 41 a 55 (7,3%) e os que têm mais de 60 anos (2,4%). A maioria dos voluntários é composta de grupos ligados a institutos missionários e as comunidades locais os acolhem calorosamente, partilhando o melhor de si e de sua cultura. De volta a Portugal, muitos voluntários continuam apoiando os projetos locais de seu país. (SL) (Agência Fides 22/07/2011)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network