OCEANIA/AUSTRÁLIA - Os missionários Escalabrinianos e a evangelização na Ásia e na Austrália

Quarta, 11 Maio 2011

Sydney (Agência Fides) - Guiados pelo tema “Chamados a ser uma comunidade evangelizadora”, os missionários Escalabrinianos que trabalham na Austrália, Filipinas, Taiwan, Indonésia, Japão e Vietnã, se reuniram em Sydney de 2 a 6 de maio. Conforme relatado à Agência Fides por Pe. Olmes Milani, é importante notar a presença encorajadora de alguns leigos que compartilham a missão da Igreja junto aos migrantes e refugiados. Conhecer sua experiência pareceu muito útil em favor de um apoio recíproco e encorajamento para o desenvolvimento da evangelização entre os migrantes, bem como ser uma testemunha de fraternidade.
O Cardeal George Pell, Arcebispo de Sydney, compartilhou a experiência da Igreja na Austrália sobre acerca da relação entre católicos e protestantes no início da história do país e da Igreja, e na acolhimento dos imigrantes nos últimos tempos. O cardeal também sublinhou o importante papel desempenhado pelas escolas no passado, para que as pessoas se empenhassem na comunidade cristã. O número de católicos no país aumentou, mas diminuiu em proporção à chegada de imigrantes de países asiáticos que professam outras religiões. Também o aumento das vocações, sobretudo em Sydney, é devido ao fluxo de imigrantes. A celebração do Dia Mundial da Juventude também foi para o Cardeal Pell, uma boa ocasião para que a Igreja local recebesse um benéfico impulso e um suplemento de otimismo.
Durante a reunião, os missionários foram divididos em grupos de trabalho para refletir sobre a situação de sua ação evangelizadora em todos os países onde trabalham. Está previsto um forte fluxo migratório nos países asiáticos, o que implica que os missionários, sacerdotes e leigos, se preparem para acompanhar esta situação e, se possível, precedê-la. O passo seguinte foi meditar sobre os recursos materiais e humanos que serão necessários nos próximos cinco anos, definindo as prioridades.
Como conclusão, escreve Pe. Milani, os Missionários Escalabrinianos se comprometem a buscar todos os meios possíveis para que a Boa Nova chegue a todos os migrantes com os quais, como o Samaritano, se encontram, e juntos a eles buscando ser bons instrumentos de Cristo para a edificação do Reino de Deus na terra. Os desafios são grandes, mas nós somos incentivados pela certeza de que Cristo está sempre conosco até ao fim dos tempos. (SL) (Agência Fides 11/05/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network