http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2004-10-05

VATICANO - O Hospital Pediátrico Menino Jesus confirma sua ação em primeira linha na luta global contra a AIDS

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - No âmbito do projeto de cooperação contra a AIDS na África, o Hospital Pediátrico Menino Jesus e a Universidade de Tor Vergata Due, de Roma, assinaram dois acordos importantes de colaboração para a pesquisa da vacina pediátrica contra o HIV.
O primeiro acordo permitirá a integração de cientistas e médicos do Menino Jesus no programa “Families First Africa”, iniciado em 2003 pela UNESCO com a contribuição científica, organizacional e econômica da Itália, em colaboração com nomes ilustres, como Robert Gallo, Diretor do Instituto de Virologia Humana da Universidade de Maryland, Baltimore, e Luc Montagnier, Presidente da Fundação Mundial de Pesquisa e Prevenção da AIDS.
Neste contexto, a colaboração entre o Hospital Pediátrico e a Universidade permitirá a ampliação da divisão pediátrica e do laboratório de imuno-virologia do Hospital de Alepè, na Costa do Marfim.
Em 2005, naquele hospital, será realizada a experimentação clínica de novas fórmulas pediátricas de medicamentos anti-retrovirais. Sucessivamente, em 2006, será efetuada a experimentação clínica de II fase da vacina Pediátrica capaz de deter a transmissão materno-infantil do vírus HIV durante a amamentação materna. De fato, já é possível reduzir a potencia viral e a conseqüente transmissão do HIV no nascimento, através de fármacos anti-retorvirais, mas é ainda difícil, na África, a completa substituição da aleitamento materno.
O projeto de pesquisa refere-se à realização da vacina pediátrica UNESCO, cujo objetivo é estimular a resposta imunitária do recém-nascido nos primeiros dias de vida, prevenindo o contágio do vírus na fase da amamentação.
O segundo acordo de colaboração é entre o Hospital Menino Jesus e o Centro Internacional de Doenças Infecciosas e Parasitárias da Academia de Ciências da Bulgária.
O objetivo do acordo, que contará também com a colaboração técnico-científica da Universidade de Roma Tor Vergata, é definir a estrutura molecular dos vírus responsáveis pela infecção de HIV ocorrida entre 1997 e 99 no Hospital Pediátrico de Bengasi, Líbia. (AP) (5/10/2004 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network