http://www.fides.org

America

2004-09-24

AMÉRICA/HAITI - Cresce o saldo de vítimas e aumentam os danos no Haiti: a rede Caritas prossegue sua intervenção junto à população atingida

Port de Paix (Agência Fides) - “A enésima emergência, em um cenário de pobreza, precariedade, desequilíbrios sociais”. Jean Lucien, de Caritas Haiti, acaba de retornar de Gonaïves, aonde a situação é ‘realmente terrível’: homens e mulheres mortos e sobreviventes desesperados, sem ter o que comer - informa um comunicado da Caritas. A tempestade tropical Jeanne atingiu na última semana o Haiti, castigando as áreas de montanha, dos campos e do litoral dos departamentos de Artibonite, Norte e Noroeste, já varridas pelo ciclone Ivan. Entre os rios transbordados na região, estão o Quinte, em Gonaïves, Haut du Cap e Nord Ouest.
Haiti, a nação mais pobre da América e Caribe, ainda abalada pelos efeitos de uma crise político-social, tem sido atingida continuamente por alagamentos, em conseqüência da desflorestação desmedida dos últimos anos. Toda a área caribenha, inclusive o litoral da América Central, do México e dos Estados Unidos, está sujeita a emergência de furacões e tempestades tropicais. De fato - como assinala a Caritas - também a república Dominicana sofreu danos com a passagem do Jeanne.
Medicamentos, água e alimentos são as maiores carências atuais, e é ali que se concentra a ação da Caritas. Junto ao Bispo de Gonaïves, a organização interveio imediatamente para ajudar a população atingida. As estruturas de acolhida, já ativadas depois das inundações de maio passado, foram reutilizadas para enfrentar a nova crise. Uma obra importante e necessária foi também a recuperação dos cadáveres, embora muitos estejam ainda sob a lama, detritos e escombros. Grande parte do território está coberta por água e lama, o que dificulta o trabalho dos socorredores. Caixas de primeiros-socorros, preparadas pela Caritas do Haiti, foram transportados da capital, Porto Príncipe, para as áreas atingidas. Desde segunda-feira, 20 de setembro, está no local uma equipe de coordenação.
Demonstrando proximidade à Igreja e à população local, a Caritas Italiana lançou um novo apelo de solidariedade para favorecer o empenho da rede internacional. Também a Conferência Episcopal Italiana destinou um milhão de euros, e convidou toda as comunidades eclesiais a “apoiar as iniciativas de solidariedade, como a da Caritas italiana”. (S.L.) (Agência Fides 24/9/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network