EUROPA/ALEMANHA - “Eucaristia, fermento de comunhão entre os povos”

Quinta, 7 Outubro 2010

Stutgard (Agência Fides) - A “Escalabrini-Festa dos Frutos”, que se realiza anualmente no Centro de Espiritualidade dos Missionários Escalabrinianos, em Stutgard, em colaboração com as Missionárias Seculares Escalabrinianas, propôs aos participantes uma reflexão sobre um aspecto fundamental da espiritualidade do Beato Giovanni Battista Scalabrini (1839-1905), Bispo de Piacenza e “pai e apostolo dos migrantes”: a centralidade da Eucaristia, de onde a Igreja se nutre do amor universal de Cristo, morto e ressuscitado por todos os homens, sem distinção de etnia, cultura e religião.
O encontro realizou-se de 1o a 3 de outubro de 2010 e teve a participação de cerca de 260 pessoas de várias faixas de idade e de 27 nacionalidades diferentes. O Fórum realizado durante a Festa, intitulado: “Eucaristia fermento de comunhão entre os povos”, quis evidenciar a estreita relação entre a participação dos fiéis na celebração eucarística e a transformação das relações inter-pessoais e comunitárias segundo a lógica do Pão repartido, da vida de Jesus que se doa totalmente ao serviço de amor aos irmãos e é fundamento da comunhão entre as inúmeras diversidades existentes na Igreja e na sociedade.
Dom Thomas Maria Renz, Bispo auxiliar da Diocese de Rottenburg-Stutgard, responsável da pastoral juvenil e dos institutos da vida consagrada, tomou parte do encontro. Em seu pronunciamento, o Bispo ressaltou que na celebração da Santa Missa, as pessoas que comungam ao corpo e ao sangue de Cristo recebem, ao mesmo tempo, a missão de viver no mundo aquilo que na Eucaristia acolheram da vida de Deus. É o envio a transformá-las em pessoas eucarísticas, tentando curar com o dom do amor de Cristo as fraturas e divisões presentes em nossas vidas, famílias e sociedade. Pe. Gabriele Bortolamai, missionário escalabriniano e diretor do Centro de espiritualidade, recordou as palavras de G.B. Scalabrini: “A Eucaristia é no mundo espiritual aquilo que é o sol no mundo físico”, destacando que assim como o alimento é transformado em nosso organismo, a Eucaristia nos transforma no Corpo de Cristo, unindo-nos ao Pai e entre nós mesmos: membros diversos, unidos em um só corpo. O mundo aguarda este testemunho – evidenciaram os participantes da Festa nas comunicações de grupo apresentadas durante a Missa, celebrada por Pe. Bortolamai e pelo irmão haitiano Pe. Jean Elex Normil.
A partir desta Festa, retoma-se o itinerário de formação de jovens e adultos para 2010-2011, que terá também a celebração do 50o aniversário das Missionárias Seculares Escalabrinianas, Instituto Secular nascido em Solothurn (Suíça) em 25 de julho de 1961.
(LD) (Agência Fides 7/10/2010)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network