http://www.fides.org

Europa

2010-09-30

EUROPA/BÉLGICA - “A comunidade cristã é o grupo mais consistente perseguido por motivos de fé”: Conferência da COMECE para que a Europa não fique somente olhando

Bruxelas (Agência Fides) – “A perseguição por motivos religiosos é ainda hoje presente em todo o mundo. 75% das mortes relacionadas a crimes de raíz religiosa são contra cristãos. A cada ano, 170.000 cristãos sofrem por causa de sua fé”. Estes pressupostos levaram a Comissão das Conferências Episcopais da Europa (COMECE) a promover uma conferência sobre a perseguição dos cristãos, que terá lugar em Bruxelas (Bélgica) em 5 de outubro de 2010. A iniciativa, como destacam os organizadores em uma nota enviada à Agência Fides, envolve, ao lado da COMECE, vários grupos do Parlamento europeu, em colaboração com a Obra de direito Pontifício “Ajuda à Igreja que Sofre” e com a organização não-governamental “Open Doors International”. 
“O número total de fiéis discriminados por sua crença religiosa de cerca de 100 milhões e portanto, a comunidade cristã é o grupo mais consistente perseguido por razões de fé. A perseguição consiste em impedir a proclamação da fé, no sequestro e na destruição de lugares de culto ou na proibição da educação religiosa.” Por conseguinte, a COMECE e seus parceiros lançam um premente apelo: “A Europa não pode ficar passiva! A União Européia deve aceitar a própria co-responsabilidade no que diz respeito à proteção da liberdade religiosa no mundo”. Por ocasião da conferência, a COMECE apresentará o seu relatório sobre a liberdade religiosa, que inclui uma série de recomendações para as instituições da União Européia. No âmbito do evento, tomarão a palavra também Dom Eduard Hilboro Kussala, Bispo católico de Tomura-Yambio (Sul do Sudão) e Dom Louis Sako, Bispo caldeu de Kirkuk (Iraque).
(MS) (Agência Fides, 30/09/2010)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network