http://www.fides.org

Vaticano

2004-09-01

VATICANO - “A Igreja necessita da Ação Católica”. Exortação do Papa João Paulo II aos participantes do Congresso Internacional sobre a Ação Católica

Cidade do Vaticano (Agência Fides)- “Hoje, mais uma vez, devo repetir: a Igreja necessita da Ação Católica! A memória não deve reduzir-se a um nostálgico inclinar-se sobre o passado, mas deve se tornar uma tomada de consciência de um precioso dom que o Espírito Santo fez à Igreja, estendendo a “plantatio” da Associação em muitas outras Igrejas locais de diversos países.” Esta é a exortação dirigida à Ação Católica pelo Papa João Paulo II na mensagem enviada por ocasião do Congresso Internacional sobre a Ação Católica, que se abriu ontem em Roma. “Chegou a hora daquele relançamento do qual testemunham suas multiformes realidade”, escreve o Santo Padre aos 200 delegados provenientes de todo o mundo. “Muitos são os indícios que prometem um kairos de uma nova primavera do Evangelho! Esta grande responsabilidade que empenha todos vocês, juntos a seus Pastores, e que envolve toda a Igreja, pede uma humilde e corajosa decisão de “recomeçar de Cristo”, na consciência de ter o apoio da força onipresente do Espírito”.
O Santo Padre chama com força o papel dos leigos na Igreja e na sociedade: “Todo cristão tem o compromisso de testemunhar o quanto a própria vida mudou com a graça e a caridade”, recompondo na vida de todos os dias a fratura entre o Evangelho e a vida. Por esses motivos, João Paulo II recorda que “A Ação Católica sempre foi, e deve continuar a ser, fornalha de formação de fiéis. Fiéis que, iluminados pela Doutrina Social da Igreja, estão empenhados em primeira linha na defesa do sagrado dom da vida, na salvaguarda da dignidade da pessoa humana, na realização da liberdade educativa, na promoção do verdadeiro significado do matrimônio e da família, no exercício da caridade para com os mais necessitados, na busca da paz e da justiça e na aplicação dos princípios de subsidiariedade e de solidariedade às diversas realidade sociais que interagem entre si”.
“Sei que o Congresso, iniciado em Roma e que prosseguirá com a peregrinação a Loreto, vai culminar, domingo, 5, na Praça do Santuário, com a celebração da Santa Eucaristia, durante a qual terei a honra de inscrever no Álbum dos Bem-aventurados alguns sócios da Ação Católica, que foram em suas vidas modelos convincentes de coerência evangélica”, concluiu o Santo Padre.
Domingo, 5 de setembro, serão proclamados bem-aventurados dois leigos da Ação Católica: Alberto Marvelli e Pina Suriano, e Pe. Pietro Torres, que durante muito tempo foi assistente da Ação Católica. (L.M.) (Agência Fides 1/9/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network