http://www.fides.org

Vaticano

2004-07-28

VATICANO - “Na luta contra o Hiv, há palavras demais e poucos fatos”: a advertência do Cardeal Javier L. Barragán, que anunciou a criação da Fundação “The Good Samarithan”

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - No encontro realizado ontem na Embaixada dos Estados Unidos junto à Santa Sé, o Cardeal Lozano Barragán, Presidente do Pontifício Conselho para a Pastoral da Saúde advertiu que “na luta ao HIV, há palavras demais e poucos fatos. O problema é que a primeira condição deve ser uma verificação das necessidades reais da população. Em muitos países da África, os medicamentos antiretrovirais não são disponíveis”.
Em sua intervenção, o Cardeal Barragán falou também de uma Fundação ainda não concretamente constituída, mas que acaba de receber a aprovação da Secretaria de Estado.
“Trata-se da Fundação The Good Samarithan, totalmente dependente do Pontifício Conselho da Pastoral para os Agentes da Saúde, com o objetivo de ajudar os doentes de todo o mundo, em especial os enfermos de Aids, dedicando-se especialmente aos doentes da África” - disse o Cardeal Barragán à Agência Fides.
“O objetivo é planificar as exigências mais urgentes da AIDS e distribuir os recursos de acordo com as prioridades em toda a África, ou a outros países do mundo. Será uma fundação aberta a todos os que desejam ajudar os doentes de AIDS no continente africano, com tarefas bem precisas e uma ordem a ser seguida, segundo as necessidades dos países mais atingidos, mais pobres, mais carentes de recursos. Queremos que seja uma instituição que englobe toda a Igreja católica - destacou o Presidente - permanecendo fiéis aos nossos ideais prioritários em relação a AIDS, que são antes de tudo a prevenção e a assistência ao doente. Prevenção e educação aos valores cristãos de fidelidade, especialmente da castidade, da fidelidade conjugal e da abstinência sexual, além de uma atenção especial à transmissão vertical mãe-filho, e à sanguínea. Estas serão as atividades do The Good Samarithan, que acaba de receber a aprovação da Secretaria de Estado e ainda está em fase de projeto”.
“Podemos definir The Good Samarithan quase como um Fundo Global da Igreja católica, mas sem nenhuma contraposição”. O Cardeal Barragán explica que “para tornar operativo o Fundo Global, em cada país, existe um Country Coordination Mechanism, que recebe os pedidos de ajuda de todas as entidades interessadas. A nossa Fundação deseja realizar um Church Coordination Mechanism, de toda a Igreja Católica, sem, porém, interferir com o Country Coordination Mechanism, mas simplesmente como alternativa para agir de modo mais prático”.
“Abordei recentemente esta idéia, em Genebra, com o Presidente do Fundo Global, Sr. Thomson, que me apoiou e se demonstrou entusiasmado com o Church Coordination Mechanism, que será discutido na próxima reunião do Fundo Global, em novembro, em Nairóbi, no Quênia. Confiamos no Fundo Global e temos boas possibilidades de sucesso, já que muitos membros são favoráveis ao nosso projeto. Se não nos derem sua aprovação, nós promoveremos o projeto no âmbito da Igreja Católica, com o apoio daqueles que desejam nos ajudar, difundindo informações a respeito” - concluiu o Presidente do Pontifício Conselho da Pastoral para os Agentes da Saúde. (AP) (28/7/2004 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network