http://www.fides.org

America

2004-07-27

AMÉRICA/COLÔMBIA - O Santo Padre pede a libertação “sem atrasos” do Bispo de Yopal, seqüestrado pelo ELN - A Conferência Episcopal condena o seqüestro “como um crime detestável que viola os direitos fundamentais da vida e da liberdade”

Bogotá (Agência Fides) - Dom Misael Vacca Ramirez, Bispo da Diocese de Yopal (Casanare), foi seqüestrado por guerrilheiros que parecem ser membros do ELN (Exército de Libertação Nacional). Sábado, 24 de julho, o Bispo foi detido com dois sacerdotes enquanto realizavam uma visita pastoral nas proximidades de Morcote. Os rebeldes levaram o Bispo, os dois sacerdotes e o prefeito de Nuchì. Domingo, 25, os dois sacerdotes e o prefeito foram postos em liberdade e puderam referir o ocorrido. Segundo informações da Igreja local, imediatamente tiveram início os contatos para obter a libertação do Bispo.
A propósito, a Sala de Imprensa da Santa Sé emitiu no dia 27 de julho a seguinte declaração: “O Santo Padre recebeu com dor e preocupação a notícia de tal ato criminoso, de nenhum modo justificável, e pede com paterna firmeza a libertação do Bispo, sem atrasos. É extremamente penoso e reprovável que um Bispo, que foi anunciar o Evangelho da paz e da esperança aos féis confiados a seus cuidados, principalmente os mais pobres, seja impedido de maneira assim inqualificável de exercitar livremente o seu ministério pastoral”.
Um comunicado da Conferência Episcopal Colombiana de 26 de julho lança a hipótese de que o Bispo tenha sido detido porque os guerrilheiros teriam a intenção de entregar-lhe uma mensagem para o Presidente colombiano Uribe. O comunicado expressa “toda a nossa solidariedade” ao Bispo, e mais uma vez reafirma a posição dos Bispos de total rejeição dos seqüestros de pessoa, condenados “como um crime detestável que viola os direitos fundamentais da vida e da liberdade”. Os Bispos lançam um apelo aos grupos que vivem à margem da lei “para que libertem todas as pessoas seqüestradas e dêem assim um sinal da sua vontade de paz”.
Poucas semanas atrás, a Conferência Episcopal havia pedido oficialmente notícias do sacerdote Cesar Dario Pena, seqüestrado em 16 de março enquanto estava na sua paróquia de raudal, das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), e havia pedido também a imediata libertação de todas as pessoas seqüestradas no país, enquanto “a vida e a liberdade de cada pessoa são dons sagrados de Deus e ninguém tem o direito de se apropriar”.
Dom Misael Vacca Ramirez nasceu em Somondoco (Boyacà) em 1955. Estudou filosofia e teologia no Seminário maior de Tunja, e se formou em Filosofia e Ciências Religiosas em Bogotá em 1988. Prosseguiu seus estudos em Roma, no Ateneu da Santa Cruz (Teologia sistemática-1990) e na Pontifícia Universidade Salesiana (Mestrado em Teologia com especialização em Pastoral Juvenil e Catequese -1992). Especializou-se em seguida em Ética e Pedagogia no Instituto Universitário Juan de Castellanos de Tunja (1997). Foi ordenado sacerdote em 3 de dezembro de 1983 e enviado a Garagoa. Desempenhou diversas funções, principalmente no campo juvenil e vocacional, como Docente e Reitor do Instituto Universitário Juan de Castellanos de Tunja. Em 22 de junho de 2001, o Santo Padre João Paulo II o nomeou Bispo de Yopal. (S.L.) (Agência Fides 27/7/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network