http://www.fides.org

Asia

2004-07-26

ÁSIA/TAIWAN - Alarme na China continental pelas ameaças e violências da seita “Relâmpago do Oriente” contra a comunidade católica

Taipei (Agência Fides) – Uma seita está ameaçando a comunidade católica na China continental. Segundo o boletim da Arquidiocese de Taipei, que publica uma notícia da Ucan, a seita “Relâmpago do Oriente” está mal-interpretando o trecho do Evangelho de Mateus: “Como o relâmpago, que surge do Oriente e brilha até o Ocidente, assim será a vinda do Filho do homem” (Mt 24,27).
Os membros da seita intensificaram suas ameaças à comunidade católica, atuando violências e intimidações, maus-tratos e seqüestros.
A seita foi fundada por uma mulher de meia-idade, no início da década de 90, na província de Henan (a cerca de 700 de Pequim). A mulher afirma ser a nova encarnação de Cristo. Segundo sua doutrina, os adeptos do grupo acusam a Bíblia de não ser mais adequada aos tempos, não acreditam em Jesus e na Trindade, e desprezam a Cruz.
A seita já está presente em toda a China, não obstante a proibição do governo, que a define “organização criminosa a ser eliminada”. No entanto, a ameaça aos católicos se alastra a todo o país, segundo notícias provenientes de diversas províncias, e que foram confirmadas por uma religiosa da província de Guang Xi (sudeste do País).
Um líder católico da comunidade de Tianjin (uma das quatro administrações diretamente dependentes do governo central, a 300 quilômetros de Pequim), explicou que o objetivo principal da seita são os católicos.
Vários episódios de violência contra católicos praticados pela “Relâmpago do Oriente” foram assinalados nas províncias de Anhui, Hebei, Shaanxi, Fujian, Gansu, Guangdong, Hei Long Jinag, Shandong, e Xinjiang. (Agência Fides 26/07/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network