http://www.fides.org

Asia

2003-07-02

ÁSIA/TURQUIA - NOVO ARDOR ECUMÊNICO NO SIMPÓSIO SOBRE PAULO DE TARSO EM ANTIOQUIA

Antioquia (Agência Fides) – Foi um simpósio que abriu novas perspectivas ao diálogo ecumênico e inter-religioso. O debate e os conteúdos expostos envolveram muitos professores universitários, estudantes, políticos, líderes religiosos”. Assim o Pe. Domênico Bertogli, frei Capuchinho missionário em Antioquia comentou com a Agência Fides o Simpósio dedicado a Paulo de Tarso, ocorrido em 28 e 29 de junho na cidade turca.
O congresso, com o tema “Paulo Apóstolo entre Tarso e Antioquia. Arqueologia, História, Religião”, foi organizado pelo Instituto Franciscano de espiritualidade do Pontifício Ateneu “Antonianum” de Roma, em colaboração com a Universidade Mustafá Kemal de Antioquia e com a Associação culturas Eteria. Contou com a participação de especialistas de história e espiritualidade de nível internacional e de outras autoridades civis e religiosas da Turquia.
“A Igreja na Turquia – explica Pe. Bertogli – quer valorizar o grande patrimônio histórico, cultural e especialmente religioso do país”. A iniciativa foi fortemente apoiada por Dom Ruggero Franceschini, Vigário Apostólico de Anatólia, que expressou os votos que se incremente o diálogo, o conhecimento e a compreensão com as autoridades civis e religiosas do país.
Durante o simpósio, em sua oitava edição, se falou dos lugares em que o Apóstolo Paulo viveu (Tarso, Antioquia, Atenas e Corinto), da Carta aos Efésios e Colossenses, e de sua pessoa, “pedra de escândalo e fundamento de união”.
Sugestiva foi também a cerimônia ecumênica celebrada em 29 de junho na Gruta de São Pedro – uma grande cavidade sobre a montanha que domina a Antioquia, considerada a primeira igreja cristã da região. Presidida por S. E. Dom Edmond Farhat, Núncio Apostólico na Turquia, assistiu a participação de representantes da Igreja Ortodoxa e Armênia. Pe. Bertogli conta à Fides: “Fiéis católicos, ortodoxos e muçulmanos rezaram e apertaram as mãos. Tais gestos renovam as esperanças de um futuro de harmonia inter-religiosa na Turquia”.
(PA) (Agência Fides , linhas: 26; palavras: 311)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network