http://www.fides.org

Africa

2004-07-08

ÁFRICA/RD CONGO - “Os povos do Congo, Ruanda e Burundi querem a paz”, afirmam os Bispos dos três países da região dos Grandes Lagos

Kinshasa (Agência Fides)- “Por que continuar a causar tanto mal ao próximo, ao próprio vizinho?” Esta é a pergunta de Dom Simon Ntamwana, Arcebispo de Gitega (Burundi), que pode resumir o sentido da 8ª Assembléia da Associação das Conferências Episcopais da África Central (ACEAC), que se realizou em Kinshasa (capital da República Democrática do Congo) de 5 a 7 de julho. Participaram da reunião os Bispos dos países da região dos Grandes Lagos (RDC, Ruanda, Burundi). “Devemos encorajar os grupos que combatem e que ameaçam a paz na região a sentarem-se à mesa das negociações, para que se coloque fim à violência de uma vez por todas”, afirmou também Dom Ntamwana, que é também o vice-Presidente da ACERAC.
Os Bispos dos três países se empenharam em ajudar o processo de paz na região, oferecendo sua contribuição à conferência para a paz regional, que será realizada em novembro deste ano.
Segundo Dom Laurent Monsengwo Pasinya, Arcebispo de Kisangani e Presidente da Conferência Episcopal Congolesa, as guerras que afligem a região não são desejo dos povos: “A guerra foi instrumentalizada por certas pessoas interessadas somente no poder. Não existe uma guerra entre os povos do Congo, Ruanda e Burundi”. O Arcebispo de Kisangani acrescentou: “A Igreja deseja o bem-estar da população. Por isso, tem grande consideração pela conferência sobre a região dos Grandes Lagos, em preparação”. (L.M.) (Agência Fides 8//7/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network