http://www.fides.org

Europa

2004-07-08

EUROPA - Concluído o Encontro do Serviço Europeu para as Vocações - “Oferecer aos jovens idéias corajosas e maduras, que os ajudem a escutar o chamado de Jesus”

Estrasburgo (Agência Fides) - Os delegados nacionais para as vocações na Europa encontraram-se em Estrasburgo, de 1º a 4 de julho, para refletir sobre o tema “Mestre bom, o que devo fazer? (Lc.18.1): Acompanhar os jovens em seu caminho vocacional”. Neste ano do alargamento da União Européia, a escolha da cidade de Estrasburgo foi especialmente simbólica, destaca o comunicado final do encontro, enviado à Agência Fides. No primeiro dia, os participantes dos 25 países tiveram a possibilidade de visitar o Parlamento europeu. Padre Gilbert Caffin ilustrou o trabalho das organizações não-governamentais (ONG) no Conselho da Europa. As suas observações sobre a educação conduziram à reflexão sobre temas relativos aos jovens, que também estiveram no centro do discurso de Michael Kühn, Diretor nacional da pastoral juvenil na Alemanha, que falou de “Alegrias e esperanças, angústias e medos dos jovens de hoje”.
Padre Riccardo Tonelli, diretor do Instituto para a Pastoral juvenil na Pontifícia Universidade Salesiana, destacou os fundamentos da vocação cristã: o encontro pessoal com Jesus Cristo é uma “aventura de fé”. Ele observou ainda que “a base da nossa paixão pela vida e a compaixão pela vida de cada um é estar ao lado de Jesus”. Isso nos torna capazes de oferecer aos jovens idéias corajosas e maduras, que os ajudará a ouvir o chamado de Jesus “venha e siga-me”. Quatro experiências especiais foram ilustradas e discutidas: a experiência do ano para a diaconia, os princípios e os programas da formação dos formadores diocesanos na Polônia, as iniciativas da comunidade das Irmãs Alcantarinas em Assis para os jovens em busca vocacional e a “estratégia vocacional” na França.
Existe uma consciência européia em relação aos temas vocacionais, que está se enraizando, apesar dos contextos extremamente diferentes: o clima ocidental não parece propício ao crescimento da resposta ao chamado de Deus; o fator dominante nas Igrejas da Europa oriental é a redescoberta da liberdade; a Igreja vive e trabalha como minoria nos países do norte. Todavia, torna-se sempre mais consciente do fato de que, como cristãos, é um instrumento também para os outros, na medida em que acolhe o próprio chamado e aceita a responsabilidade de ajudar os outros a reconhecer o próprio chamado. O próximo Congresso será realizado na Eslováquia. (S.L.) (Agência Fides 8/7/2004)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network