http://www.fides.org

Africa

2003-07-04

ÁFRICA/QUÊNIA - APÓS DEZ ANOS DE PROJETOS, SE INAUGURA HOJE A PRIMEIRA RÁDIO CATÓLICA: RÁDIO WAUMINI: MODERNO INSTRUMENTO A SERVIÇO DO EVANGELHO

Nairobi (Agência Fides) – “é a conclusão de um processo iniciado há 10 anos e ao mesmo tempo, o ponto de partida de uma nova obra de evangelização”, afirma com entusiasmo à Agência Fides Pe. Renato Kizito Sesana, Comboniano, diretor da Rádio Waumini, a primeira rádio católica do Quênia, que será inaugurada amanhã, sábado, 6 de julho, em coincidência com o Dia das Comunicações local.
“Rádio Waumini” diz o Pe. Kizito, “é um instrumento de evangelização e promoção das atividades da Igreja no Quênia. Ao mesmo tempo, é a rádio de todos os quenianos porque quer representar as diversidades do Quênia atual e promover valores, tais como a justiça, a paz, a solidariedade, a tolerância, a reconciliação e compreensão recíproca”. A rádio transmite em um raio de 150 km de Nairobi, mas está previsto que no futuro, suas ondas chegam até Kisumu, Nyeri e Mambasa. Os programas são em inglês e Kiswahili.
O processo de construção da rádio Waumini foi muito longo, como lembra Pe. Kizito: “Enquanto que nos outros países africanos existe uma longa tradição de mídia católica, no Quênia, apenas 15 anos faz, começaram as primeiras iniciativas católicas no setor: a casa de produção Ukweli Vídeo e as revistas Mwananchi, The Seed and New people. Em seguida, a Arquidiocese de Mombasa e a revista New People começaram a produzir programas radiofônicos que eram transmitidos por algumas estações não eclesiais”.
“os Bispos do Quênia estavam bem conscientes desta situação”, continua Pe. Kizito, “e iniciaram a pensar em uma rádio católica há cerca de dez anos. Em 1999, o Bispo Rotich, então presidente da Comissão para as comunicações Sociais, me pediu, em nome da Conferência episcopal do Quênia, de cuidar da constituição de uma nova rádio”.
Pe. Kizito, que possui uma longa experiência no setor da mídia, mas não radiofônica, teve que começar tudo do zero: “Tinha que preparar os projetos para os edifícios, iniciar a construção, procurar uma visão daquilo que a rádio deveria ser. graças a Deus,pouco a pouco, diversas pessoas me ajudaram nesta empresa. A Conferência Episcopal italiana e a associação italiana “Coração Amigo”, ofereceram a maior parte dos fundos necessários, enquanto que o Circuito Marconi, uma associação de emitentes católicas italianas, nos ajudou do ponto de vista técnico”.
Graças a estas ajudas, os trabalhos para a construção dos Estúdios de Rádio Waumini começaram em março de 2001 e foram concluídos no mesmo ano. “Assim, no fim de 2001, estávamos prontos para transmitir, mas o governo não nos havia ainda concedido a licença” lembra Pe. Kizito. Somente a metade de 2002, a Rádio obtém a licença, mas as autoridades deveriam assinalar a freqüência de transmissão. “Tenho a impressão que o governo anterior queria estar seguro que não entraríamos no ar antes das eleições de 2002. Finalmente, em janeiro deste ano, nos foi entregue a freqüência de transmissão, depois de que assinamos um acordo para transmitir alguns programas da Rádio vaticano e entramos na fase de preparação final”.
(L.M) (Agência Fides 4/7/2003 – linhas: 39; palavras: 509)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network